Cantora Ludmilla comenta sobre morte de homem negro em supermercado e afirma: “Não há o que celebrar”

A cantora ainda colocou a "#JustiçaPorBeto", usada por muitos internautas na web

Anúncio


No Instagram, a cantora Ludmilla se pronunciou, pela primeira vez, sobre a morte de um homem negro em um supermercado do grupo Carrefour. Na rede social, a cantora comentou sobre o trágico evento e ressaltou o fato dele ter acontecido apenas um dia antes do “Dia da Consciência Negra”. “Não há o que celebrar”, afirma. A postagem da cantora veio na tarde desta sexta-feira (20) e contou com a “#JustiçaPorBeto”.

Continua depois da publicidade

A postagem de Ludmilla foi acompanhada de uma foto mostrando uma mão acorrentada, ilustrando a mensagem deixada na legenda. O mesmo texto também foi publicado no Twitter da funkeira. Confira a legenda da publicação logo abaixo.

Você pode gostar: Ex de Eduardo Costa, Victória Villarim posa com atual namorado e postagem bomba no Instagram

Continua depois da publicidade
Cantora Ludmilla
Reprodução do Instagram de Ludmilla

“Queria poder dizer que é uma grande ironia um preto ser espancado até a morte bem às vésperas do dia da consciência negra, mas não. Até quando vamos ter que lutar pra sobreviver como se não fosse um direito, apesar de todos os nossos deveres? Não há o que celebrar. #JustiçaporBeto

Continua depois da publicidade

A postagem de Ludmilla foi bem recebida na web. Muitos internautas, assim como a cantora, também pediram “justiça” por João Alberto Silveira Freitas, mais conhecido como Beto. Até a publicação desta matéria, a postagem da funkeira já contava com mais de 40 mil curtidas.

A morte do rapaz identificado como Beto aconteceu em um supermercado do grupo Carrefour, em Porto Alegre. Na web, tanto o nome da rede de supermercados quanto o de Beto circulam nas redes sociais. Desse modo, os internautas subiram a “#VidaNegrasImportam” no Twitter.

As primeiras informações apontam que Beto foi espancado por um policial militar (PM) e um segurança do supermercado. O caso aconteceu na noite de ontem, quinta-feira (19), e resultou na prisão dos criminosos. Assim, nomes como o jogador Richarlison Andrade e o influenciador Alvaro, além da própria Ludmilla, comentaram sobre o caso nas redes sociais.

O supermercado Carrefour, em nota, publicou que está agindo junto às autoridades e promete “responsabilizar os envolvidos neste ato criminoso”. Além disso, a empresa cita que romperá o contrato com a empresa responsável pela segurança do local, que teve um de seus funcionários envolvido na morte de Beto.

Ludmilla e Turmalinas Negras se juntam na campanha “Despertar na Dança”

Leia também: Dynho Alves, ex-namorado de MC Mirella, fica insatisfeito com decisão de Mariano

No Instagram, Ludmilla e o coletivo Turmalinas Negras anunciaram o lançamento de “Despertar na Dança”. O projeto é patrocinado pela Nike e poderá ser assistido por meio do Nike Training Club (NTC).

“Despertar na Dança” foi lançado na última quarta-feira (18) e tem como um de seus pilares o empoderamento feminino. “Essa é uma experiência em movimento feita por mim e elas @turmalinas_negras para contar as nossas histórias e mostrar a nossa força coletiva através de uma sequência de passos”, comenta Ludmilla.

Os filmes de Ludmilla e do coletivo Turmanalinas Negras, composto por 32 mulheres, estão disponíveis para os assinantes do NTC, da Nike. O serviço, atualmente, custa R$56,90 no plano mensal e R$449,90 no anual.

Confira: Giulia Be desabafa após rumores de affair com Luan Santana e afirma: “Não houve traição”

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies