Pocah publica vídeo e mensagem emociona os fãs: “Não eram bruxas”

Neste sábado (31), a funkeira Pocah postou um vídeo da sua música 'Não sou obrigada', e na legenda ela colocou uma letra....

Anúncio


Neste sábado (31), a funkeira Pocah postou um vídeo da sua música ‘Não sou obrigada’, e na legenda ela colocou uma letra forte de uma canção, que diz muito sobre as bruxas e mulheres. Porém, Pocah surpreendeu muitos a publicar a mensagem impactante.

Continua depois da publicidade

A música da funkeira, retrata bastante sobre a força da mulher e da liberdade que ela possui. Trazendo a tona, o poder de escolha de fazer o que ela quiser. Diz de uma forma mais atual, mostrando a dança e falando sobre opiniões alheias sobre nós. Obviamente, a canção de Pocah conquistou milhões de corações, que demonstraram isso através de likes e comentários aplaudindo a cantora.

Confira: Fernanda Lima compartilha fotos com a sua filha: “Sem estruturas emocionais”

 

Continua depois da publicidade
Leia abaixo um trecho da publicação:
Relacionados

“Não foram as bruxas que queimaram.
Foram mulheres.
Mulheres que eram vistas como:
Muito bonitas,
Muito cultas e inteligentes,
Porque tinham água no poço, uma bela plantação (sim, sério),
Que tinham uma marca de nascença,
Mulheres que eram muito habilidosas com fitoterapia,
Muito altas,
Muito quietas,
Muito ruivas,
Mulheres que tinham uma forte conexão com a natureza,
Mulheres que dançavam,
Mulheres que cantavam,
ou qualquer outra coisa, realmente.
Qualquer mulher estava em risco de ser queimada nos anos 1600.”

Entretanto, além da parte da canção de Fia Forsstrom, a musa também escreveu um trecho de um dos textos de Val. Que tem intuito de demonstrar detalhadamente qual era a realidade das mulheres que eram consideradas de “bruxas”.
Leia: Fernanda Concon, ex-Carrossel da opinião polêmica sobre Lipo Lad

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

“Não foram as bruxas que queimaram. Foram mulheres. Mulheres que eram vistas como: Muito bonitas, Muito cultas e inteligentes, Porque tinham água no poço, uma bela plantação (sim, sério), Que tinham uma marca de nascença, Mulheres que eram muito habilidosas com fitoterapia, Muito altas, Muito quietas, Muito ruivas, Mulheres que tinham uma forte conexão com a natureza, Mulheres que dançavam, Mulheres que cantavam, ou qualquer outra coisa, realmente. Qualquer mulher estava em risco de ser queimada nos anos 1600.

Mulheres eram jogadas na água e se podiam flutuar, eram culpadas e executadas. Se elas afundassem e se afogassem, eram inocentes. Mulheres foram jogadas de penhascos. As mulheres eram colocadas em buracos profundos no chão. Por que escrevo isso? Porque conhecer nossa história é importante quando estamos construindo um novo mundo. Quando estamos fazendo o trabalho de cura de nossas linhagens e como mulheres. Para dar voz às mulheres que foram massacradas, para dar-lhes reparação e uma chance de paz. Não foram as bruxas que queimaram. Foram mulheres.” – Fia Forsström. “Não foram bruxas, não eram bruxas… O que é ser bruxa? Porque o termo ainda hoje é demonizado? Todas as vezes que nós mulheres nos conectamos com nossa sabedoria, com o amor e o poder de curar, somos chamadas de bruxas. Somos desencorajadas a prosseguir… As pessoas sentem medo, ficam desconfortáveis quando uma

Uma publicação compartilhada por POCAH (@pocah) em 31 de Out, 2020 às 1:47 PDT

Cartão de crédito para negativado com limite existe mesmo? Saiba mais

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies