Combinar vinhos e alimentos: conheça dicas para você arrasar em qualquer evento

Saber combinar os diversos tipos de vinho com os alimentos certos evita sabores e experiências ruins

Anúncio


Um bom vinho tem sempre o seu lugar à mesa. Entretanto, para ser melhor quando degustado, deve estar em boa combinação com um prato delicioso. Assim, hoje, 26/10, para te ajudar, o Folha Go vai dar algumas dicas para combinar vinhos e alimentos de forma harmoniosa.

Continua depois da publicidade

Sim, pois essa harmonização tem que ser bem feita, nada de maneira aleatória. ora, existem várias orientações básicas, de forma que a combinação fique o mais deliciosa possível. Então, confira na matéria abaixo as dicas fundamentais para arrasar em qualquer evento ou refeição.

Assim, leia mais: Do trivial ao diferenciado: veja como fazer um maravilhoso contrafilé especial na manteiga, alho e orégano

Continua depois da publicidade

Como combinar vinhos e alimentos de forma correta: 7 dicas imperdíveis

Nada melhor do que um bom prato acompanhado de um bom vinho
Nada melhor do que um bom prato acompanhado de um bom vinho (Imagem: Reprodução/Freepik)

1.Vinho tinto com no máximo uns 3 anos

Combina muito bem com:

Continua depois da publicidade
  • Os peixes assados no forno (corvina, pargo);
  • Também peixe grelhado gordo (truta, sardinha, bem como salmão);
  • O bacalhau com alho e azeite assado;
  • Pratos com peixes em molhos;
  • Ainda a vitela grelhada ou assada;
  • Borrego grelhado ou assado;
  • Porco grelhado, assado, bem como frito (costelas, febras e entrecosto);
  • E os queijos azuis;
  • Os queijos curados da pasta dura;
  • E ainda pratos picantes e temperados.

Não combina em nada com:

  • Peixes cozidos;
  • os mariscos cozidos;
  • Ou mesmo mousse do marisco ou peixe;
  • e entrada com frutas.

2.Vinho tinto com no máximo 7 anos

Assim, combina muito bem com:

  • As carnes magras grelhadas ou assadas;
  • Também as massas;
  • E verdura gratinada;
  • Claro, os queijos curados da pasta mole;
  • E finalmente, queijos da pasta dura.

Então, não combina nada com:

  • Os peixes cozidos;
  • Ainda mariscos cozidos
  • Ou mousse/soufflé do marisco e peixe;
  • E os espargos;
  • Ou mesmo a entrada com frutas;
  • E queijo fresco;
  • Bem como pratos picantes e temperados.

Ademais, confira também: Batatas recheadas: veja 3 variações de recheios que vão te conquistar

3.Como combinar vinhos e alimentos com vinho tinto com um pouco mais que 7 anos

Aliás, combinar vinhos e alimentos com essa bebida dá certo com:

  • As carnes de vaca e vitela assada ou grelhada;
  • Ou charcutaria;
  • E os queijos curados da pasta dura e da pasta mole.

No entanto, não combina nada com:

  • Os peixes e mariscos em geral;
  • Ou pratos ácidos;
  • E pratos temperados com vinagres;
  • O queijo fresco;
  • Ou queijos azuis;
  • E ainda pratos picantes ou temperados.

4.Vinho encorpado branco

Portanto, combina muito bem com:

  • Os peixes e mariscos cozidos;
  • Também os pratos com peixe ao molho;
  • Ou peixes assados;
  • Os peixes fritos;
  • Ainda o peixe grelhado gordo (sardinha, truta, bem como salmão);
  • Ou bacalhau assado ou cozido;
  • E arroz com marisco ou peixe;
  • Ainda charcutaria;
  • Ou salmão defumado;
  • As tortilhas;
  • Omeletes;
  • Verdura gratinada.

Então, não combina nada com:

  • Carne gorda;
  • Ou queijo curado da pasta mole;
  • E queijos azuis;
  • Também prato picante ou temperado.

Também veja: Escolhendo a cafeteira certa: conheça 4 tipos que estão conquistando o público

5.Como combinar vinhos e alimentos com vinho jovem branco

Ademais, combinar vinhos e alimentos com essa bebida dá certo com:

  • Peixes cozido;
  • Mariscos cozidos;
  • Bacalhaus cozidos;
  • Peixes grelhados magro, (sargo, linguado, bem como robalo);
  • Carnes grelhadas brancas;
  • Saladas;
  • Omeletas;
  • Tortilhas.

Assim, não combina nada com:

  • Carnes de porco assadas;
  • Carnes de vaca assadas;
  • Chouriços;
  • Carnes vermelhas;
  • Queijos curados;
  • Carnes gordas;
  • Queijos azuis;
  • Prato picante ou temperado.

6.Vinho espumante branco

Portanto, combina muito bem com:

  • Os pratos com peixes ao molho;
  • Peixes defumados;
  • Também leitão assado;
  • Frango assado;
  • Charcutaria;
  • Os embutidos;
  • E queijos frescos.

Aliás, não combina nada com:

  • O peixe e marisco cozido;
  • Carnes vermelhas;
  • O queijo curado;
  • Queijos azuis.

7.Vinho seco rosé

A harmonização não pode ser feita sem critérios
A harmonização não pode ser feita sem critérios (Imagem: Reprodução/Freepik)

Combina muito bem com:

  • As carnes magras grelhadas;
  • Frango assado;
  • Charcutaria;
  • Massas;
  • Também verdura gratinada;
  • Tortilhas;
  • Omelete;
  • E prato picante ou temperados.

Não combina nada com:

  • Os peixes e mariscos cozidos;
  • Peixes grelhados magros;
  • As carnes gordas;
  • Queijo curado da pasta mole;
  • E queijos azuis.

Portanto, os pratos que são mais complicados para harmonizar, certamente são os que possuem altos níveis da picância, mas também do açúcar e amargor. Enquanto isso, os que são mais simples são os com ótimos níveis de acidez e sal.

Assim sendo, as orientações, como sugestões acima são somente um ponto para partida de forma que você possa ter uma noção de como combinar vinhos e alimentos. Contudo, não fique preso às regras. Apenas descubra os sabores que mais vão lhe agradar e boa sorte.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies