Cão-guia: quais são as raças mais indicadas? Saiba como conseguir um

Eles podem auxiliar os deficientes visuais a se locomover e desempenhar tarefas diárias

Anúncio


04/11/2020 – Além de nos acalentar com muito carinho e alegria todos os dias, alguns cachorros podem exercer uma função ainda mais especial: servir como cão-guia. Assim, eles podem auxiliar os deficientes visuais a se locomover e desempenhar tarefas diárias. Entenda mais detalhes abaixo.

Continua depois da publicidade
Cão guia: saiba quais são as raças mais indicadas e como conseguir um
Cão guia: saiba quais são as raças mais indicadas e como conseguir um | Foto: reprodução site Roteiro em Orlando

Leia também: Coronavirose canina: o que é e como prevenir

O que é um cão-guia?

O cão-guia é um cachorro adestrado para guiar pessoas portadoras de deficiência visual e/ou auditiva.

Continua depois da publicidade

Dessa maneira, para ser um cão-guia, o animal tem que passar por um treinamento rigoroso, que pode durar até 2 anos, já que essa função exige muita responsabilidade.

Continua depois da publicidade

Além de passar pelo treinamento, o cão precisa ter algumas habilidades e características específicas, como saúde, inteligência, fácil aprendizado, boa memória, concentração, força e desobediência seletiva.

Ou seja, ela precisa ter o discernimento para identificar comandos que coloquem o seu condutor em situação de perigo.

Quais raças podem ser cão-guia?

Há várias raças de cachorro que são capazes de exercer a função de cão-guia. No entanto, as mais comuns são o Labrador, Pastor Alemão e Golden Retrivier.

Labrador: é um cachorro de natureza extrovertido, amável, confiável, forte e muito inteligente. Além disso, ele é leal, prestativo, sociável e obediente. É uma das raças mais populares do mundo.

Pastor Alemão: é uma raça extremamente inteligente e preparada. Os cachorros são fortes, leais, obedientes, de fácil treinamento e possuem um instinto protetor natural. São capazes de perceber obstáculos com bastante antecedência.

Por essa razão, é uma das raças favoritas para desempenhar diversos tipos de trabalho, busca e salvamento, tarefas policiais e como cão terapia, por exemplo.

Golden Retriever: O Golden Retriever possui basicamente as mesmas características do Labrador. É atlético, forte, autoconfiante, inteligente, amigável, fiel, obediente, dócil e fácil de treinar. É uma das raças mais populares no Brasil.

Veja ainda: Cadela no cio: saiba como identificar e o que fazer

Curiosidades

  • Não devemos brincar ou oferecer petiscos para o cão-guia. Ele está a trabalho e não pode se distrair.
  • A pessoa portadora de deficiência que utiliza o guia canino tem o direito de entrar com o animal em todos os locais públicos ou privados de uso coletivo. O direito está previsto por lei.
  • O cão-guia se aposenta após 8 anos de trabalho. Depois desse período, contudo, ele pode permanecer com seu tutor ou ser adotado por outra família.

Como conseguir um cão-guia? Quanto custa?

Ter um cão-guia é um direito constitucional, ou seja, está previsto por lei. Para obter um animal nessa função é necessário contactar ONGs especializadas.

O processo não é tão fácil. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, no Brasil há uma lista de espera com mais de 2 mil pessoas que aguardam para ter um cão-guia.

A justificativa é que as ONGs dependem de doações para realizarem o treinamento dos cachorros.

Segundo o Instituto Íris, o custo que a organização tem para preparar e doar um cão-guia é de aproximadamente R$ 35 mil. Dessa forma, o tempo de espera para obter um pode chegar a três anos.

Requisitos para ter um guia canino

  • Ser legalmente cego;
  • Ter boa saúde física e mental;
  • Ser capaz de sustentar o cão;
  • Ter cursardo ou estar cursando escola secundária;
  • Utilizar o cachorro para propósitos de mobilidade.

Após preencher os requisitos, é preciso entrar em contato com a ONG, solicitar informações sobre o processo e, então, requerer oficialmente sua entrada na lista de espera.

Continue lendo: Animais de estimação: confira curiosidades sobre os seus pets

Gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe: Facebook, Instagran, Twinter e Pinterest

 

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies