Cruzamento animais de estimação? Saiba escolher o parceiro ideal para o seu pet

Antes de cruzar é importante levar em consideração alguns pontos para garantir a saúde dos descendentes

Anúncio


O cruzamento de animais de estimação é uma dúvida que pode surgir em alguns tutores. Logo de plano, saiba que não há problemas em ter interesse por  um ou mais filhotes do seu pet. Porém, o que não se deve é utilizar os animais apenas para este fim. Entenda mais em 29 de novembro e veja o que preparamos sobre o tema a seguir.

Continua depois da publicidade

Sendo assim, é prudente tomar todos os cuidados, ou seja, desde a escolha do companheiro ideal até a preparação do ambiente que receberá os filhotes. E ainda, garantir a saúde dos pets, essa é de responsabilidade dos tutores.

Saiba mais em: Animais De Estimação Podem Visitar Pacientes Em Hospitais? Confira Como Funciona

Continua depois da publicidade
Cruzar animais de estimação requer respeito e conhecimento. Fonte da imagem: Petlowe

Como escolher o parceiro para o cruzamento de animais de estimação?

É importante, levar em consideração alguns pontos para escolher bem o parceiro ou parceira ideal para o seu pet. Entre esses cuidados, confira as condições de saúde, características dos animais, idade, etc. Acompanhe para entender mais sobre o assunto.

Continua depois da publicidade

As características do animal no cruzamento

O primeiro passo é conhecer as possíveis características dos decentes do seu pet. Portanto, conheça bem a espécie e raça do seu pet e daquele que você quer deixá-lo cruzar.

Pois, caso haja falta de conhecimento,  pode resultar em pets com anomalias genéticas. O principal ponto a ser levado em consideração, nesse sentido, é a genética. 

O passo seguinte é definir quais os melhores atributos e a partir daí definir quais seriam os melhores parceiros. Dependendo do pet, há o pedigree ou outro documento que atesta sua procedência.

Nos casos de animais exóticos, somente cruze com animais regularizados e de criadores credenciados pelo Ibama. 

Maturidade sexual dos animais

Leve em consideração fatores como idade do parceiro e sua maturidade sexual. A fêmea teve outras ninhadas? Caso a resposta for sim, verifique foi respeitado o tempo para que pudesse ter outra ninhada.

Observe também outras questões, tais como: sua idade é avançada? Se sim, o ideal é respeitar o animal e evitar que ele procrie, pois uma gestação em idade avançada pode comprometer a saúde do pet. 

Relação de parentesco entre os animais de estimação 

É muito importante evitar o cruzamento entre pets com algum tipo de parentescos, o que evita complicações na gestação.

Ninhadas de filhotes consanguíneos podem nascer com mutações genéticas graves, como deformações, malformação de membros, esterilidade, entre outras. 

É preciso atestado veterinário do pet que irá cruzar?

O atestado vai assegurar que você não vai cruzar animais  de estimação com doenças pré-existentes da raça ou predisposição a desenvolvê-las.

Portanto, não deixe de consultar o veterinário antes da cruza, mesmo que você tenha que custear os exames.

Fique atento, pois há casos em que tutores conduzem cruzas, mesmo sabendo que os animais possuem alguma doença, e os filhotes, infelizmente, já nascem sendo portadores dela. Algo que poderia ser evitado com um exame simples.

Quais outros cuidados antes do cruzamento?

cruza de animais de estimação. Fonte da imagem: Folha Metropolitana

Algumas dicas simples podem ajudar neste momento. São elas:

Ciclo 

Antes de mais nada, leve em consideração o ciclo do cio da fêmea, seus hábitos e se antecipe para evitar rejeição.

Ponto de encontro 

Logo depois, defina um ponto para a cruza onde há as melhores condições para os pets. Dependendo do caso, a casa do macho é a mais indicada, tendo em vista que a fêmea pode se recusar a cruzar se estiver um estranho em sua casa.

Tranquilidade 

Da mesma forma que o local é importante, mantenha o ambiente calmo e confortável, esse é um dos requisitos de sucesso.

Se possível, afaste  também os humanos para longe no momento de intimidade dos animais e evitar  qualquer tipo de pressão; e eles, também merecem um mínimo de privacidade, concorda!

Respeite sempre essas medidas. Dessa maneira, o cruzamento de animais de estimação se torna mais tranquilo e as chances de fecundação são maiores.

Considere os limites dos pets, isso é um ato de respeito e, se precisar de mais orientações recorra ao veterinário. 

Gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies