Vai se exercitar com seu cão em trilhas e aventuras? Siga essas dicas importantes

Levar o cão para passeios e trilhas é uma atividade rica para ambos os lados, mas é preciso seguir algumas orientações. Acompanhe.

Anúncio


 É comum os tutores levarem consigo seu cão em trilhas e aventuras. A prática é normal, e assim como com os humanos, os pets também se beneficiam do contato com a natureza. Caminhadas e trilhas ajudam a mantê-lo mais saudável, tira dele o stress e ajuda na boa forma. Continue lendo e veja, hoje, 23/11, como se preparar para as aventuras com o seu melhor amigo.

Continua depois da publicidade

Saiba mais em: Cachorro Na Piscina Junto De Seu Dono, Pode? Dicas E Cuidados

cão em trilhas e aventuras. Crédito da imagem: Go outside

Prepare a condição física do cão em trilhas e aventuras

Se o seu cachorro só faz passeios curtos de vez em quando, então o melhor é começar com trilhas menores, assim é possível condicioná-lo fisicamente para as aventuras mais desgastantes. 

Continua depois da publicidade

O ideal é levá-lo para passear em locais de grama, estradas de terra e não apenas no asfalto. Comece com percursos pequenos e aumente  a distância de forma gradual, dessa forma ele ganha preparo e “engrossa” a sola da pata, assim não vai machucar-se no mato.

Continua depois da publicidade

Evite os dias muito quentes para o cão em trilhas e aventuras

cão em trilhas e aventuras. Crédito da Imagem: Correio 24 horas.

Não percorra grandes distâncias em dias quentes, principalmente se não houver paradas para o cão descansar. O condicionamento do animal não é o mesmo do ser humano e ele pode ficar exausto se tentar acompanhá-lo. Além disso, o calor pode queimar a parte inferior das patas, portanto, use o bom senso quando for passear com o seu pet. 

Leve a guia se for preciso

Alguns pets são mais tranquilos e podem acompanhar seus tutores sem guia ou focinheira, mas nem todos os cães são comportados. Para levar o cão em trilhas e aventuras é importante conhecer bem o seu pet, uma vez que se trata de um ambiente estranho a ele. 

Por exemplo, se o seu companheiro tem o hábito de correr de você ou perseguir outros animais, a melhor opção é não soltá-lo durante a trilha, pois ele pode fugir aos seus olhos e pode ser problemático ter que ir atrás dele. Portanto, mantenha-o sempre próximo, assim o passeio se torna agradável para todos.

Leve o equipamento básico

Alguns equipamentos são indispensáveis para o pet. Além de guia e coleira, é importante levar consigo um recipiente com água para mantê-lo hidratado, como tigelas de plástico descartáveis. Também leve algum petisco ou ração se o passeio for mais longo, repelente e um kit básico de primeiros socorros, pois nunca se sabe quando irá precisar. 

Preste atenção no seu cão

Cães costumam se esforçar mais quando acompanham o tutor, o que pode trazer consequências graves a sua saúde. Quando ele está cansado, simplesmente se deita para descansar. Alguns tutores não gostam da atitude e insistem para que eles continuem. Não faça isso, pois foi longe demais. Pare, descanse e só depois continue. 

Divirta-se

A atividade entre tutores e animais precisam ser divertidas e não desgastantes. As melhores experiências com cão em trilhas e aventuras não são corridas ou competição para ver quem chega mais rápido. Tente levá-lo a passeios com fontes de água, com dificuldade moderada, sem muitas descidas íngremes.  No mais, divirta-se; aproveitando a companhia do seu cão.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies