PF deflagra operação contra garimpo ilegal em Pontes e Lacerda no MT

A ação teve como objetivo desarticular organização criminosa voltada ao garimpo ilegal de ouro

Anúncio


As informações foram obtidas pelo Folha Go! junto à Polícia Federal, diretamente da cidade de Cuiabá, capital de Mato Grosso. Na última quinta-feira (15), a Polícia Federal deflagrou a 2ª fase da Operação Papagaio de Ouro. A ação culminou com a prisão de um dos suspeitos.

Continua depois da publicidade

A Operação Papagaio de Ouro visa desarticular organizações criminosas que praticam a exploração ilegal de ouro nos municípios de Pontes e Lacerda no Mato Grosso e suas medidas foram determinadas 2ª Vara Federal de Cáceres (MT).

Além da apreensão de um dos dois investigados, foram apreendidos veículos de luxo pertencentes a eles. Segundo a Polícia Federal, há fortes indícios de que os dois, que são pai e filho, estejam envolvidos na exploração ilegal de ouro desde 2016.

Continua depois da publicidade

Segundo desdobramentos anteriores da Operação, os dois investigados estariam extraindo ilegalmente cerca de 8 quilos de ouro por mês e que, para isso, estariam fazendo uso de várias pessoas e de veículos de grande porte.

Continua depois da publicidade

A suspeita de que os investigados estariam ocultando patrimônio obtido ilegalmente pela exploração de ouro foi determinante para que a 2ª Vara Federal de Cáceres (MT) pudesse determinar as medidas da operação, já que isso estaria dificultando o trabalho de investigação da Polícia Federal.

Em outras fases da investigação, que, assim como ações semelhantes, buscam descapitalizar e retirar recursos dificultando, assim, a prática ilegal, foram apreendidos imóveis, máquinas, veículos, gados e valores que teriam sido obtidos pelos investigados com a exploração ilegal do ouro.

A Operação teve início após a Polícia Federal receber uma denúncia de que a área do Córrego do Papagaio estaria sendo poluída devido a atividades ilegais de garimpo na região. O próprio nome da operação, “Papagaio de Ouro”, faz referência a este córrego.

A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 27 de agosto deste ano. Na época, os investigados estariam negociando a venda da área de garimpo por um valor milionário a uma mineradora da região que tentaria regularizar a exploração de ouro.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies