Planejamento em aeroportos pode ser mais eficiente com novo modelo matemático

Anúncio


A matemática Lorrany Cristina da Silva desenvolve, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, através do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), em São Carlos, um modelo matemático que contribui para otimizar o fluxo de pousos e decolagens da aviação civil brasileira. Em entrevista aos Novos Cientistas, Lorrany descreveu as inovações de seu modelo, que revisa os principais modelos encontrados na literatura que lidam com a otimização de pouso e propõe um novo algoritmo para corrigir falhas e limitações nos modelos estudados. A pesquisa vem sendo realizada com apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), sediado no ICMC, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Continua depois da publicidade

Sob a orientação do professor André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho, o estudo de Lorrany trata do planejamento eficiente de pistas e busca minimizar o problema de adiantamento e atraso em pouso de aeronaves de pistas únicas e múltiplas. “Este trabalho investiga o Problema de Pouso de Aeronaves (ALP, do inglês Aircraft Landing Problem). O objetivo do ALP é otimizar os tempos de pousos das aeronaves que chegam à pista do aeroporto”, explicou Lorrany.

Continua depois da publicidade

O podcast Os Novos Cientistas vai ao ar toda quinta-feira, às 8 horas, dentro do Jornal da USP no Ar, que é apresentado diariamente pela jornalista Roxane Ré, das 7h30 às 9h30, na Rádio USP FM (93,7 MHz).

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies