Vacina CoronaVac: deputada critica Bolsonaro após o Butantan suspender produção

De acordo com o diretor do instituto, o atraso não vai alterar a entrega de doses ao Ministério da Saúde

Anúncio


Na última quarta-feira (07/04) o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que houve uma suspensão de dez dias no processo de envase de doses da vacina CoronaVac. O chefe da instituição disse que o carregamento tinha esta quinta-feira (08/04) como dia previsto para chegar ao Brasil. Contudo, a estimativa agora é que o material chegue na próxima semana.

Continua depois da publicidade

Após Dimas Covas ter divulgado a informação, a deputada federal e médica Jandira Feghali (PCdoB-RJ) criticou o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex- ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, em tom de culpa devido ao tempo que foi perdido pelo governo em não adquirir vacinas e ter outras prioridades, como recomendar para a população a utilização da Cloroquina, medicamento prescrito para o tratamento da malária e que está relacionado à lesão renal aguda.

Vacina CoronaVac tem produção interrompida e governo é criticado

Dimas Covas afirmou que houve um atraso no despacho de matéria-prima pela China, país parceiro na produção da vacina CoronaVac junto ao Butantan.

Continua depois da publicidade

No entanto, segundo o diretor do Instituto Butantan, não haverá atraso na entrega de doses para o Ministério da Saúde.

Continua depois da publicidade

Em nota, Covas afirmou:

A matéria-prima está pronta para o embarque na China, houve um problema burocrático. Não há anormalidade. Não há retenção de vacina da China. Não há nenhum ruído de comunicação entre o Brasil e a China, nem entre o Butantan e a Sinovac.

Além disso, o diretor voltou a falar dos números:

Neste momento, cerca de 2,5 milhões de vacinas encontram-se em processo de inspeção de controle de qualidade – parte integrante do processo produtivo – para serem entregues na semana que vem ao Programa Nacional de Imunizações. Desde janeiro o Butantan já entregou 38,2 milhões de doses da vacina ao país.

Ainda ontem, após o anúncio, a oposição voltou a criticar o governo. Jandira Feghali postou em sua conta oficial do Twitter um comentário que insinuava a culpa pelo atraso. Confira:

Deputada volta a criticar Bolsonaro após o Butantan suspender produção da vacina CoronaVac
Imagem: Reprodução Twitter @jandira_feghali

 

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies