1ª primeira parcela do 13º salário: prazo para pagamento perto do fim

Recurso deve ser pago até o fim deste mês de novembro

Anúncio


Está se esgotando o prazo para que os patrões façam o pagamento da 1ª parcela do 13º salário, referente ao ano de 2020. Nesta segunda-feira (23/11), explicamos os detalhes sobre esse direito trabalhista.

Continua depois da publicidade

Também chamado de bonificação natalina, o 13º salário é uma gratificação salarial bastante aguardada por trabalhadores com carteira assinada em todo o país; assim como por aposentados e pensionistas do INSS.

Ele está em vigor desde o ano de 1962, através da Lei 4.090, sancionada pelo então presidente da República João Goulart.

Continua depois da publicidade
1ª primeira parcela do 13º salário: prazo para pagamento está chegando ao fim
1ª primeira parcela do 13º salário: prazo para pagamento está chegando ao fim (Foto: Pixabay)

O texto da Lei afirma que todo patrão é obrigado a realizar o pagamento ao empregado que fizer jus ao benefício, desde que atenda aos critérios estabelecidos.

Continua depois da publicidade

“No mês de dezembro de cada ano, a todo empregado será paga, pelo empregador, uma gratificação salarial, independentemente da remuneração a que fizer jus”, diz, assim, o Art. Nº 1 da Lei.

Com isso, é assegurado ao trabalhador com carteira assinada o direito de receber um mês de salário extra como gratificação natalina.

O benefício deve ser pago em duas parcelas, sendo que o prazo para o pagamento da primeira está chegando ao fim, como destacado.

Leia mais: Como calcular o 13º salário? Adiante-se e saiba o valor que receberá

Até quando pagar a 1ª parcela do 13º salário

De acordo com o que manda a Constituição Federal de 1988, a primeira parcela do 13º salário deve ser paga até o dia 30 de novembro.

O período para o pagamento desta parcela é iniciado em 1º de fevereiro. Mas, geralmente é concedido pelos empregadores somente no final do prazo ou quando negociado entre patrão e empregado, para ser pago em algum outro mês do ano.

Também existe a possibilidade de que esta parcela seja paga por ocasião das férias; mas claro, isso também depende de negociação entre as partes.

Qual valor deve ser pago na primeira parcela do 13º salário?

O benefício a ser pago de gratificação salarial ao trabalhador com direito a receber é de: 1/12 da remuneração por mês trabalhado.

Vale ressaltar, ainda, que a base para o cálculo do valor que deve ser pago, é o do salário bruto recebido pelo trabalhador com carteira assinada no mês anterior. Ou seja, sem deduções ou adiantamentos.

Leia também: Confira o que se sabe sobre 13º salário 2020 para aposentados do INSS

E a segunda parcela?

Já a o restante do 13º salário é pago na segunda parcela, que tem data limite marcada para o dia 20 de dezembro.

No caso das duas parcelas, o empregador que descumprir o prazo pode receber multa.

Além disso, é vedado o pagamento do 13º salário em apenas uma parcela. Mesmo que a ideia tenha partido do próprio empregado.

Quais trabalhadores têm direito ao 13º salário?

Gozam do direito de receber a gratificação os trabalhadores com carteira assinada na iniciativa privada, sejam eles rurais, urbanos, avulsos ou domésticos, que atenderem ao critério descrito na Lei:

  • Trabalhe efetivado como servidor público em qualquer órgão a nível municipal, estadual ou federal.

Além, é claro, dos aposentados e pensionistas do do INSS.

Perdem o direito ao 13º aqueles trabalhadores que tiverem sido demitidos por justa causa. Já quem tiver mais de 15 faltas não justificadas no ano terá descontado a fração de 1/12 relativa ao período.

Leia ainda: Pensão por morte tem 13º salário? Veja agora

AUXÍLIO EMERGENCIAL: Entenda como consultar a situação do Dataprev!

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies