Vai agendar seguro-desemprego? Entenda procedimentos na pandemia

Como forma de corroborar com as recomendações sanitárias, os órgãos responsáveis pelo serviço foram temporariamente fechados até que o período de crise na saúde seja normalizado

Anúncio


Com a pandemia causada pela Covid-19, a qual atinge o país e o mundo, diversos serviços foram temporariamente suspensos. Outros, por sua vez, foram remodelados para continuarem atendendo à população brasileira. Desse modo, nesta quarta-feira (25/11) entenda como agendar seguro-desemprego nesse período.

Continua depois da publicidade
Agendar seguro-desemprego: saiba como fazer procedimento durante a pandemia
Agendar seguro-desemprego: saiba como fazer procedimento durante a pandemia – Imagem: Divulgação G1

O seguro-desemprego é atualmente o principal benefício trabalhista. Além de conceder subsídio temporário ao trabalhador formal desempregado, atua com políticas para reintroduzir o profissional no mercado de trabalho.

Confira: Vai dar entrada no seguro-desemprego? Documentos podem variar

Continua depois da publicidade

Agendar seguro-desemprego é possível?

Antes da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, quando o trabalhador formal dispensado sem justa causa precisava dar entrada no seguro-desemprego, ele deveria se dirigir até uma agência das SRTE (Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego) ou no SINE (Sistema Nacional de Emprego Superintendência).

Continua depois da publicidade

Contudo, como forma de corroborar com as recomendações sanitárias, os órgãos foram temporariamente fechados até que o período de crise na saúde seja normalizado.

Dessa forma, como não é mais possível agendar seguro-desemprego para preencher o formulário, bem como apresentar os documentos necessários de forma presencial, de que forma o trabalhador recém desemprego pode dar entrada no benefício? Muita gente ainda se pergunta sobre isso.

O governo, por sua vez, tem prestado esse serviço de forma 100% online. Sendo assim, como forma de atender aos trabalhadores formais que perderam o emprego durante o período da pandemia, a solicitação do seguro tem sido feita de modo digital; seja pelo site do governo ou através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Mas como fica o profissional doméstico? Para a categoria, também é possível dar entrada no seguro de forma online, tanto pelo site, quanto pelo aplicativo.

Como solicitar o seguro-desemprego online

Para dar entrada no seguro, o trabalhador precisa antes de tudo, atender aos seguintes prazos:

  • Trabalhador formal – do 7º ao 120º dia da data de dispensa;
  • Bolsa qualificação – durante a suspensão do contrato de trabalho;
  • Empregado doméstico – do 7º ao 90º dia da data de dispensa;
  • Pescador artesanal – durante o defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Trabalhador resgatado – até o 90º dia, a contar da data do resgate.

Atendendo aos prazos de solicitação do seguro, o interessado poderá dar entrada no seguro pelo site ou pelo aplicativo.

Veja: Onde dar entrada e que horas cai o Seguro-desemprego?

Site

O interessado deve acessar o Portal Emprega Brasil e selecionar a opção “Cadastrar” no lado esquerdo da tela (caso esteja usando um computador).

Após esse procedimento, será necessário entrar no sistema com um login. Caso o trabalhador já tenha, basta preencher os campos requisitados. Mas, caso contrário, deverá criar uma senha.

Serão solicitados dados pessoais, como CPF, telefone e nome completo. Além disso, o interessado deverá responder perguntas relacionadas à sua vida profissional.

Feito isso, é possível solicitar o seguro-desemprego online. Basta clicar na opção e preencher com o número do requerimento.

O sistema informará, ao término da requisição, se o trabalhador terá direito ou não ao dinheiro. Isso se deve ao cruzamento de dados entre os ministérios e o governo.

Aplicativo

Confira o passo a passo para solicitar o seguro pelo app:

  • Baixe o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” disponível para os sistemas Android e iOS;
  • Faça o cadastro no site do governo (gov.br) para fazer login e senha. Caso já possua, não é necessário criar outro;
  • Clique em “Benefícios” (a tela mostrará as últimas anotações da Carteira de Trabalho. Clicando nessa opção, você será direcionado ao seguro);
  • Em seguida, clique na opção “Solicitar” disponível na aba do seguro;
  • Digite o número do requerimento de seguro-desemprego;
  • Caso todas as informações estejam corretas, clique em “Avançar” no final da tela;
  • Serão apresentadas, depois disso, informações sobre contrato de trabalho, cargo, meses trabalhados, datas de admissão e dispensa, motivo da demissão e a média salarial. Tais informações precisam ser confirmadas. Desse modo, caso estejam corretas, clique em “Confirmar”.

Feito esse passo a passo, o seguro-desemprego foi solicitado. Caso o trabalhador tenha direito ao benefício, ele já poderá verificar no aplicativo a quantidade de parcelas e as respectivas datas para o pagamento, bem como o local de saque do benefício.

Leia também: Não está conseguindo solicitar o Seguro-desemprego? Saiba o que fazer

 

Empresas oferecem empréstimo com garantia de celular; veja como funciona

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies