Cadastro abono emergencial de Natal? Entenda a notícia que tem circulado

Muitas pessoas têm recebido a mensagem nos últimos dias. O objetivo é atrair pessoas para um golpe

Anúncio


Nos últimos dias diversos cidadãos receberam mensagens com anúncio para cadastro no abono emergencial de Natal. Contudo, essa notícia não se passa de um golpe que visa atrair pessoas a fim de obter seus dados. Como esse ato criminoso ocorre e o que fazer para não se tornar uma vítima é o que você confere hoje, 27 de outubro.

Continua depois da publicidade

Os golpes visando o auxílio emergencial estão se multiplicando. Isso requer atenção máxima diante dos crimes virtuais que visam, por sua vez, manipular pessoas que estão precisando de dinheiro.

Portanto, continue lendo para conhecer a forma como ocorre esse tipo de golpe. Também, confira formas de se proteger contra esse tipo de crime.

Continua depois da publicidade

Veja ainda: Abono Salarial E PIS São A Mesma Coisa? Entenda Aqui

Continua depois da publicidade
cadastro abono emergencial de natal
O cadastro abono emergencial de Natal é notícia falsa. Veja como se proteger contra golpes do tipo. (Imagem: UCS FM)

Cadastro abono emergencial de Natal: conheça o golpe

A mensagem com o golpe do abono emergencial extra tem sido enviada por SMS ou WhatsApp. Primeiramente, a mensagem ludibria o leitor a acreditar que haverá o pagamento de uma parcela extra aos beneficiários do auxílio de emergência.

Em segundo plano, então, leva-se o cidadão a crer que está acessando um site oficial do Governo, no qual são colhidos seus dados pessoais.

Dessa maneira, confira o conteúdo falso das mensagens:

Já esta disponível o cadastramento para o abono emergencial de Natal no valor de R$800 por CPF. Cadastramento válido para: beneficiários do auxílio emergencial, Bolsa Família e pensionistas. Cadastramento liberado até o dia 26/10/2020”.

Assim, o golpe visa obter dados de cidadãos como CPF, nome completo e até mesmo senhas. A utilização dos dados, por sua vez, se destina para outros fins, como obtenção de empréstimo em nome de terceiros e até mesmo saque de benefícios.

Ministério da Cidadania já indicou falsidade do conteúdo da mensagem

O Ministério da Cidadania já veio a público para esclarecer a mensagem. O órgão desmentiu o conteúdo da mensagem.

Além disso, apontou para a inexistência de previsão de qualquer tipo de pagamento de parcela extra ao final do ano aos beneficiários do auxílio emergencial. Ou seja, houve negação quanto à possibilidade de criação do abono emergencial de Natal:

A informação é falsa. Tanto na Lei nº 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial de R$ 600, quando na Medida Provisória nº 1.000/2020, que atribuiu o valor de R$ 300 ao auxílio emergencial, não há qualquer menção a abonos de Natal”.

Como evitar se tornar vítima do golpe do abono?

Existem alguns cuidados que o cidadão pode tomar para evitar se tornar vítima desse tipo de golpe. Em primeiro lugar, o acesso aos sites deve ser cuidadoso. A atenção deve ser redobrada perante páginas indicadas em mensagens cujo remetente é questionável.

Outro ponto importante, também, é que jamais se concedam dados pessoais, seja por telefone ou em site cuja procedência se desconfia.

Confira agora: Como Fica O 13º Com A Suspensão Do Contrato De Trabalho? Veja Possibilidades

Principalmente, o cuidado é crucial diante de notícias que prometem pagamentos extras, como o abono emergencial de Natal. Sempre que houver dúvida é preciso entrar em contato imediatamente com a Caixa Econômica Federal e com outros bancos ou instituições cujos dados tenham sido compartilhados.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies