Cálculo Seguro-desemprego 2021: confira previsões para os valores do benefício

O percentual do seguro-desemprego conta com uma variação, pois há três faixas de renda a serem calculadas para resultar no valor do benefício

Anúncio


Com o reajuste do salário mínimo todos os anos, alguns benefícios previdenciários e trabalhistas também são reajustados. Desse modo, por se tratar de uma dúvida comum e pertinente ao trabalhador recém demitido, o Folha Go explica nesta sexta-feira (08/01) sobre o cálculo Seguro-desemprego 2021.

Continua depois da publicidade

A conta é feita devido aos valores diferentes que os profissionais têm direito, pois, quando empregados, recebiam salários iguais ou maiores do que o teto mínimo.

Assim sendo, confira qual a previsão do cálculo a ser feito em 2021, de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Continua depois da publicidade
Cálculo Seguro-desemprego 2021: confira previsões para os valores do benefício
Cálculo Seguro-desemprego 2021: confira previsões para os valores do benefício. Foto disponibilizada pelo site www.fotoslucrativas.online

Leia também: Regras seguro-desemprego 2021: algo mudou? Saiba agora mesmo

Continua depois da publicidade

Previsão para o cálculo Seguro-desemprego 2021

O salário mínimo em 2021 teve um reajuste de 5,26% alterando o valor de R$ 1.045 para R$ 1.100, representando um aumento de R$ 55.

Desse modo, após o reajuste, o teto salarial de benefícios como aposentadoria e seguro-desemprego também foram alterados, passando a pagar o valor atualizado do salário mínimo.

Contudo, o percentual do seguro-desemprego conta com uma variação, pois há três faixas de renda a serem calculadas para resultar no valor do benefício, ao qual o trabalhador formal recém desempregado tem direito.

O cálculo é feito tendo em vista a tabela do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) que o Ministério da Economia ainda não fechou.

Veja ainda: Carteira de Trabalho Digital: saiba obtê-la para dar entrada no seguro-desemprego

Provável cálculo leva em conta a média de inflação

Como uma previsão, o cálculo provável usará o reajuste de 5,26% (média de inflação) para determinar os valores do seguro.

Sendo assim, o salário recebido durante os três últimos meses antes da dispensa deve ser somado. Após a soma, o trabalhador divide o resultado por 3.

Em 2021, é provável, portanto, que a base de cálculo aconteça da seguinte forma:

  • Cálculo deu Até R$ 1.683,74: multiplica-se salário médio por 0.8 (80%);
  • De R$ 1.683,74 até R$ 2.806,53: o que exceder a R$ 1683,74 multiplica por 0,5 (50%) e somar a R$ 1.347,00;
  • Acima de R$ 2.806,53: o valor da parcela será de R$ 1.909,34.

Veja qual era o cálculo usado em 2020:

  • Cálculo deu ATÉ R$ 1.599,61: multiplica o salário por 0,8 (80%);
  • De R$ 1.599,62 a R$ 2.666,29: o que exceder R$ 1.599,61 será multiplicado por 0,5 (50%) e somado a R$ 1.279,69;
  • Acima de R$ 2.666,29: a parcela será de R$ 1.813,03.

O que se tem até o momento é o valor mínimo do seguro, o qual é de R$ 1.100. Tem direito às parcelas com o valor do salário mínimo, as categorias de trabalhador resgatado, empregado doméstico e pescador.84,13

Quantas parcelas o trabalhador têm direito?

O trabalhador dispensado sem justa causa tem direito de receber de 3 a 5 parcelas do seguro-desemprego.

A quantidade de pagamentos, desse modo, vai depender da quantidade de meses trabalhados e de quantas vezes o indivíduo solicitou o benefício.

Dessa forma, para a 1ª solicitação, o trabalhador precisa ter atuado de carteira assinada por um período corresponde a 12 meses, no mínimo. Observe:

  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

Para a 2ª solicitação, o tempo mínimo é de 9 meses:

  • 9 a 11 meses: 3 parcelas;
  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

E, por fim, para a 3ª solicitação em diante, o profissional precisará comprovar o tempo mínimo de 6 meses:

  • 6 a 11 meses: 3 parcelas;
  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

Assim sendo, o profissional deve comprovar o tempo de serviço prestado e caso tenha faltado algum período do tempo mínimo exigido, o seguro-desemprego não é liberado.

Confira: Disponibilizadas 2 formas de solicitar seguro-desemprego on-line; veja

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies