Saiba como fazer a Carteira de Trabalho Digital sem sair de casa

Solicitação é rápida e segura; visa substituir a Carteira de Trabalho física, facilitando, assim, o acesso aos dados do trabalhador

Anúncio


A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é um documento de fundamental importância para os trabalhadores que atuam sob o regime CLT. Além disso, a carteira é obrigatória para vias de comprovação dos dados do profissional; isso, para que tenha acesso aos direitos trabalhistas garantidos por lei. Sendo assim, vamos apresentar hoje (29) como é possível fazer a Carteira de Trabalho Digital sem sair de casa.

Continua depois da publicidade
Carteira de Trabalho Digital: saiba agora mesmo como fazer
Carteira de Trabalho Digital: saiba agora mesmo como fazer – Imagem: Divulgação G1

Essa modalidade visa substituir a Carteira de Trabalho física, facilitando, assim, o acesso aos dados do trabalhador de forma gratuita e simplificada.

Leia também: Bolsa Família cancelado é o mesmo que bloqueado? Entenda já e saiba como resolver

Continua depois da publicidade

Como fazer a Carteira de Trabalho Digital

O objetivo da Carteira de Trabalho Digital é modernizar o acesso às informações trabalhistas dos profissionais.

Continua depois da publicidade

Dessa forma, a verificação das informações é mais rápida e acessível. Sempre que o trabalhador precisar consultar as experiências formais de trabalho, poderá fazer no próprio celular.

Para isso, basta que o interessado tenha acesso à Internet e faça o download do aplicativo (Carteira de Trabalho Digital) disponível para os sistemas Android e iOS. Ou, ainda, pode acessar o site do Ministério da Economia.

No entanto, em ambas as opções é necessário que antes de baixar o aplicativo ou acessar o site, o trabalhador faça um cadastro no portal do Governo Federal.

Portanto, os dados devem ser preenchidos corretamente, pois caso contrário a solicitação poderá ser bloqueada e o interessado, por sua vez, ficar impedido de proceder com o cadastro.

Caso não consiga efetuar o procedimento, o trabalhador pode recorrer aos caixas eletrônicos da Caixa Econômica ou do Banco do Brasil, como também pode ir até uma unidade do Ministério da Economia.

Quem pode fazer a versão digital?

Todas as pessoas com o CPF ativo podem fazer a carteira digital. Além disso, o número de inscrição do CPF será o número da carteira digital.

Desde 2017, o aplicativo existe. Porém, só em 2019 ele passou a ser usado para substituir a carteira física.

Contudo, a carteira física pode ser guardada, pois em alguns casos, ela pode ser solicitada em contratações.

Para a grande maioria dos contratantes, basta apenas que o trabalhador informe o CPF, pois os dados fornecidos no eSocial substituem as anotações antes realizadas.

Além disso, a Carteira de Trabalho física continua sendo um documento comprobatório, no qual reúne informações sobre contatos antigos, férias, salário, entre outras.

Dessa forma, a carteira digital funciona cruzando as bases de dados do governo com as informações fornecidas pelo empregador no eSocial.

Caso o empregador ainda não utilize o sistema e proceda com a contratação, a carteira física é necessária.

No entanto, entre os principais benefícios da carteira digital, segundo o Ministério do Trabalho, podem-se destacar:

  • Agilidade no acesso às informações trabalhistas consolidadas em um único ambiente, possibilitando ao trabalhador fiscalizar seus vínculos trabalhistas;
  • Maior aproveitamento das vagas disponíveis, reduzindo o tempo médio de atendimento;
  • Integração das bases de dados do Ministério da Economia.

Sendo assim, a Carteira de Trabalho Digital é uma ferramenta útil e de fácil usabilidade para quem quer otimizar tempo.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies