Hacker apagou nomes do SPC e Serasa? Assunto volta a circular na Internet

vale a ressalva de que essa notícia já havia sido antes verificada e comprovada, de que se tratava apenas de um mero boato. Ainda que com ampla difusão nas redes.

Anúncio


Recentemente, voltou a circular na Internet, uma mensagem de que um hacker havia apagado nomes do SPC e Serasa. Com esse suposto ato, todas as pendências e negativações de consumidores espalhados pelo país, desapareciam imediatamente. Assim, já não haveria mais CPFs com pendências entre os birôs de crédito. É sobre isso que falaremos nesta quarta-feira (26/05), aqui no Folha Go.

Continua depois da publicidade

Mas antes de entrarmos mais a fundo no tema, vale a ressalva de que essa notícia já havia sido antes verificada e comprovada, de que se tratava apenas de um mero boato. Ainda que com ampla difusão nas redes.

Fake news ou verdade: hacker apagou nomes do SPC e Serasa?

Como já era de esperar, a notícia de que um hacker apagou nomes do SPC e Serasa e, consequentemente, sumiu com as pendências dos consumidores, não passa, mais uma vez, de uma fake news. Ou seja, uma notícia falsa.

Continua depois da publicidade

Não ocorreu nenhum tipo de invasão no sistema dos órgãos de proteção ao crédito e, tampouco, se deletou os nomes dos consumidores dos bancos de dados de ambas as entidades.

Continua depois da publicidade
hacker apaga nomes do SPC e Serasa boato
Hacker apaga nomes do SPC e Serasa: boato volta a circular na Internet. Fonte da imagem: Pixabay

Como já apontado no início do texto, essa notícia falsa está longe de ser algo novo. Ela circula pelas redes há anos. E mesmo após a verificação de fatos e respectivos esclarecimentos, ela voltou a ganhar força e circular pela web.

Assim sendo, na primeira versão da fake news, a suposta “informação” (desinformação) enunciava isso:

“Um hacker invadiu o sistema do governo e apagou 63 milhões de registros de brasileiros que deviam no SPC/Serasa. Empresas já entraram na justiça contra a União para terem os danos reparados. […] A polícia ainda não tem ideia de quem é o hacker, ele apenas deixou sua assinatura no sistema do governo, onde se lia: “Prometi e cumpri. Ass: Coroné”.

Por sua vez, na segunda versão do boato, que usou falsamente o nome do site G1, o famoso site de notícias da Globo, afirmava-se o seguinte:

“Hacker invade sistema do SPC/Serasa e apaga todos os nomes sujos. A Polícia Federal está investigando o caso e informou que foram apagados dados de 63 milhões de brasileiros. Além disso, foi descoberto que o hacker se denomina nas redes como ‘Coroné’. Porém, a identidade do criminoso ainda é um mistério. Por Tiro Sardinha, G1, Brasília”.

Programação para fabricação de notícias falsas

A confecção da fake news de que o hacker apaga nomes do SPC e Serasa utilizou elementos de programação para, assim, modificar o código-fonte de uma página. Isso com o objetivo de tentar dar uma “cara de veracidade” para a suposta notícia.

Como esse recurso é possível fazer alterações numa suposta página e, desse modo, colocar o conteúdo que se deseja.

Basta, portanto, a pessoa de má fé printar a tela que sofreu alterações e, efetivamente, sair divulgando como se fosse verdade.

Com quanto tempo o nome sai do SPC e Serasa: entendendo o prazo de prescrição

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies