Mãe solteira que recebe Bolsa Família terá quanto até o final do ano? Confira

O valor é disponibilizado de acordo com o calendário regular do programa, pois o cronograma não foi alterado

Mãe solteira que recebe Bolsa Família – Desde que foi iniciado, o auxílio emergencial pago em razão da pandemia atende também às mulheres chefes de família, em situação de baixa renda. Contudo, de abril até o mês atual, o benefício temporário passou por algumas alterações no que diz respeito aos valores. Dessa forma, nesta segunda-feira (30/11), você entenderá melhor sobre os valores destinados a elas até o final deste ano.

Mãe solteira que recebe Bolsa Família, vai receber quanto até o final do ano? Confira
Mãe solteira que recebe Bolsa Família, vai receber quanto até o final do ano? Confira – Imagem: Divulgação G1

De acordo com o governo, o auxílio residual não será prorrogado, embora haja a possibilidade de uma expansão no benefício, caso o país tenha uma segunda onda de contaminação pela Covid-19.

Leia também: Beneficiários se perguntam como se cadastrar no Renda Família; saiba mais

Qual o valor da parcela para mãe solteira que recebe Bolsa Família

Com a segunda e provável última prorrogação do auxílio emergencial, a mãe solteira que recebe Bolsa Família terá direito a cotas no valor de R$ 600.

Embora o valor tenha sido reduzido pela metade, tendo em vista que entre abril e agosto, as mulheres responsáveis pelo sustento de suas famílias receberam parcelas de R$ 1.200, o valor ainda continua sendo o dobro do que é pago às demais categorias.

Dessa forma, trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores e contribuintes individuais do INSS têm direito às cotas de R$ 300.

Após a última prorrogação (feita em setembro), o auxílio passou a ser chamado de residual, devido o seu caráter final. Sendo assim, o pagamento tem previsão para ocorrer até dezembro.

Para a mãe solteira que recebe Bolsa Família, o valor é disponibilizado de acordo com o calendário regular do programa; pois o cronograma não foi alterado.

Veja ainda: Bolsa Família Digital: nova modalidade de pagamento vai começar

Calendário de pagamento do auxílio residual para quem recebe o Bolsa

Nesta segunda-feira (30) começa o pagamento para quem tem o Número de Identificação Social (NIS) terminado em 0.

O pagamento, desse modo, encerra o cronograma de novembro e também o cronograma de pagamento da 8ª parcela do auxílio residual para os beneficiários elegíveis via Bolsa Família.

Para esse público, o auxílio substituiu o Bolsa Família, pois paga uma cota maior do que é repassado pelo programa social.

Assim sendo, resta apenas uma parcela do auxílio residual para a mãe solteira que recebe Bolsa Família e demais beneficiários do projeto.

O calendário relativo à 9ª e última parcela do auxílio, que será paga em dezembro, determina o repasse nas seguintes datas:

  • Beneficiários com NIS final 1 – recebem dia 10/12 (quinta-feira);
  • NIS final 2 – recebem dia 11/12 (sexta-feira);
  • 3 – recebem dia 14/12 (segunda-feira);
  • 4 – recebem dia 15/12 (terça-feira);
  • 5 – recebem dia 16/12 (quarta-feira);
  • 6 – recebem dia 17/12 (quinta-feira);
  • 7 – recebem dia 18/12 (sexta-feira);
  • 8 – recebem dia 21/12 (segunda-feira);
  • 9 – recebem dia 22/12 (terça-feira);
  • 0 – recebem dia 23/12 (quarta-feira).

O pagamento acontece nos últimos dez dias úteis de cada mês de acordo com o NIS que cada Responsável Familiar (RF) possui.

Contudo, em dezembro há uma pequena diferença nos dias de pagamento devido aos feriados de Natal e Véspera de Ano Novo.

Além disso, por quaisquer motivos que impeçam a beneficiária de sacar a parcela dentro do cronograma regular, ela pode efetuar o saque em até 90 dias após a data de pagamento.

Qualquer pessoa pode sacar o recurso?

Depende. Se o saque for feito no caixa eletrônico da Caixa, qualquer integrante da família poderá sacar a parcela, estando com o cartão e senha do benefício.

Contudo, caso o saque seja efetuado em alguma Lotérica, somente o Responsável Familiar poderá ter acesso ao pagamento.

Além de ser necessário apresentar cartão e senha do benefício, é requisitado um documento oficial com foto.

Confira: Dá pra fazer empréstimo Bolsa Família com nome sujo no SPC/Serasa? Entenda

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies