Notícias do Bolsa Família: substituto, pagamento por app e outras novidades

Em 2020, foram estudadas diversas alterações para o projeto, algumas delas previstas para acontecerem já no mês de dezembro

Em atuação há mais de 15 anos, o programa Bolsa Família presta assistência às pessoas carentes que atendem à faixa de renda, a qual deve corresponder a até R$ 178 mensais (por pessoa). Além desse fator, a família precisa ser composta por crianças e adolescentes regulamente matriculados no ensino da rede pública. Desse modo, nesta terça-feira (01/12), o Folha Go traz as notícias de hoje do Bolsa Família. Confira na sequência.

Notícias de hoje do Bolsa Família; confira as novidades sobre o programa
Notícias de hoje do Bolsa Família; confira as novidades sobre o programa – Imagem: Divulgação UOL

Leia também: Dá pra fazer empréstimo Bolsa Família com nome sujo no SPC/Serasa? Entenda

Notícias de hoje do Bolsa Família

O programa Bolsa Família foi criado a partir da reorganização de projetos assistencialistas iniciados ainda no governo FHC.

Em 2004, sob a gestão do governo Lula, o programa foi oficializado por meio de uma lei própria (Lei nº 10.836, de 9 de janeiro de 2004) e estruturado para atender famílias carentes em todo o país.

Durante os 16 anos de atuação, ele se tornou a principal ferramenta governamental de assistência social e econômica do país; contribuindo decisivamente para a superação da fome e retirada do país do quadro de miséria.

Sendo assim, o programa passou por diversas mudanças. Em 2020, foram estudadas diversas alterações para o projeto, algumas delas previstas para acontecerem já no mês que vem.

Confira, portanto, as notícias de hoje do Bolsa Família e entenda como o programa se projeta para o futuro.

Substituto do programa

Embora ainda não tenha um nome, um possível programa deverá substituir o Bolsa Família. Ele tem sido estruturado e discutido pelo governo Bolsonaro.

O projeto trata-se de uma proposta feita pelo Ministério da Cidadania, que já foi enviada ao Palácio do Planalto. Aguarda, portanto, a aprovação ou mesmo a negação do Ministério da Economia e, por último, do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No entanto, o chefe da pauta cidadã, o ministro Onyx Lorenzoni, está confiante e acredita que o governo anunciará o substituto do Bolsa Família já em dezembro.

A proposta destaca duas principais medidas: premiação de crianças e jovens por desemprenho escolar e destaque nos esportes, bem como o pagamento de um auxílio-creche, destinado às mães que ingressem no mercado de trabalho.

Com relação aos valores, o Ministério visa fazer o seguinte repasse:

  • Alunos com bom rendimento escolar e esportivo  – R$ 1.000;
  • Mães profissionais – R$ 200 (auxílio creche);
  • Renda mínima (valor das parcelas sem os extras) – R$ 200;
  • Famílias carentes com crianças de até 5 anos de idade – R$ 52.

Desse modo, a proposta ainda segue em análise.

Porém, outra mudança no Bolsa Família, já determinada para dezembro, será feita e visa alterar a forma de pagamento do benefício.

Veja ainda: Dá pra sacar o Bolsa Família no Caixa 24 horas? Confira

Bolsa Família Digital

Os beneficiários do Bolsa Família serão pagos por meio do aplicativo CaixaTem. O governo pretende começar com os pagamentos digitais ainda em dezembro.

Para tanto, a Caixa Econômica Federal (CEF) vai abrir conta social digital para os beneficiários do programa.

Vale ressaltar que a migração acontecerá aos poucos e terá como primeiros participantes, os beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 9 e 0.

Para os demais beneficiários, a mudança será progressiva:

  • Janeiro: beneficiários com NIS finais 6, 7 e 8
  • Fevereiro: beneficiários com NIS finais 3, 4 e 5
  • Março: beneficiários com NIS finais 1 e 2, e grupos populacionais tradicionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Sendo assim, essas e outras novidades poderão ser aguardadas pelos beneficiários do programa, visto que a atual gestão demonstra o interesse em modificar o Bolsa Família.

Confira: Até que horas posso sacar o Bolsa Família? Saiba mais

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies