O empregador pode descontar INSS do décimo terceiro? Saiba mais sobre os descontos

O pagamento da segunda parcela do abono extra deve acontecer até o próximo dia 20.

O prazo final para o pagamento do abono natalino aos trabalhadores se encerra no próximo dia 20. Entretanto, muitos cidadãos têm dúvidas se as parcelas sofrem descontos assim como o salário mensal. Afinal, pode descontar INSS do décimo terceiro? Veja hoje, 18/12, a resposta.

O limite para o pagamento da primeira parcela correspondia ao dia 30 de novembro. Assim, as empresas que optaram pelo pagamento parcelado do abono devem quitar a segunda parte até domingo.

Também veja: Nubank Vagas De Home Office: Saiba Como Se Candidatar Para Trabalhar Na Fintech

pode descontar INSS do décimo terceiro
Descontos recaem sobre a segunda parcela do 13º (Imagem: Folha – UOL)

O empregador pode descontar INSS do décimo terceiro?

Sim. Assim como o salário, o 13º salário sofre descontos previdenciários. Eles se destinam ao Instituto Nacional do Seguro Social e condizem à quota-parte do trabalhador.

Quando é feito o desconto do INSS no décimo terceiro?

Todos os descontos que atingem o 13º salário são feitos na segunda parcela. Dessa maneira, o pagamento que ocorrerá até segunda (21) sofrerá descontos.

Por outro lado, o décimo terceiro dos trabalhadores que o receberam em parcela única já teve esses descontos.

Qual o valor do desconto sobre o 13º salário?

O desconto de INSS segue a seguinte lógica de acordo com a faixa salarial:

  • Até R$ 1.751,91: 8%;
  • De 1.751,81 a R$ 2.919,72: 9%;
  • R$ 2.919,72 a R$ 5.839,45: 11%;
  • Acima de R$ 5.839,45: R$ 642,34.

Confira agora: Quando Funcionário Pedir Demissão Quais São Seus Direitos? Confira Aqui

Quem tem direito ao décimo terceiro salário?

Todos os trabalhadores formais devem receber o valor extra. Também, os beneficiários do INSS.

Contudo, estes já receberam o valor ainda entre maio e junho deste ano. O adiantamento surgiu como uma medida econômica para contenção dos prejuízos causados pela pandemia.

Nesse caso não há desconto de INSS sobre o décimo terceiro.

Como é o cálculo do décimo terceiro salário?

A quantia a receber dependerá, nesses casos, do número de meses em que o trabalhador prestou serviços à empresa. Também, relaciona-se com o valor do salário.

O mês tão somente é contabilizado se o contrato esteve ativo por ao menos 15 dias. Desse modo, quem teve o contrato suspenso deve desconsiderar os meses de suspensão contratual.

Por outro lado, o período de férias não é desconsiderado para o cálculo.

Considere o seguinte exemplo: um trabalhador já prestava serviços à empresa desde o início de janeiro e não teve o contrato suspenso. Seu salário era de um salário mínimo. Nesse caso ele resguarda o direito a receber o salário integral R$ 1.045.

Sobre esse valor, contudo, recaem os descontos de INSS do décimo terceiro.

Quanto ao cálculo proporcional, considere que o trabalhador receba esse mesmo salário do exemplo anterior, mas contratado apenas no final de janeiro. Nesse caso, ele somente receberá 11/12 do salário, pois janeiro é desconsiderado do cálculo.

Confira agora: Com Quanto Tempo De Trabalho Recebe-Se O Seguro-Desemprego? Saiba Agora Mesmo

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies