Pagamento do Bolsa Família de dezembro: confira como será repassada a última parcela do ano

Os beneficiários devem sacar a parcela no dia determinado, nunca antes, pois o valor não é disponibilizado fora do cronograma

Anúncio


Neste mês, os beneficiários do Bolsa Família recebem o último pagamento do benefício, de acordo com o cronograma anual. Além disso, também será repassada a 9ª e última parcela do auxílio residual nos valores de R$ 300 e R$ 600 pagos em razão da pandemia pela Covid-19. Assim sendo, o Folha Go informa ao leitor neste sábado (05/12) sobre as datas relativas ao pagamento do Bolsa Família de dezembro.

Continua depois da publicidade
Pagamento do Bolsa Família de dezembro: confira como será repassada a última parcela do ano
Pagamento do Bolsa Família de dezembro: confira como será repassada a última parcela do ano – Imagem: Divulgação G1

Além disso, a partir deste mês, uma nova forma de pagamento será iniciada: trata-se do repasse do benefício pela Poupança Social Digital da Caixa Econômica, utilizada por meio do do aplicativo CAIXA Tem. Entenda melhor na sequência.

Leia também: Mãe solteira que recebe Bolsa Família terá quanto até o final do ano? Confira

Continua depois da publicidade

Calendário de pagamento do Bolsa Família de dezembro

Tanto para os beneficiários do Bolsa Família que passaram a receber o auxílio emergencial, quanto para os atendidos que continuam recebendo o benefício social normalmente, as datas de pagamento são as mesmas.

Continua depois da publicidade

Desse modo, o calendário do Bolsa Família não foi alterado. Pelo contrário, foi utilizado para determinar as datas de pagamento para quem foi considerado como elegível para o auxílio via Bolsa Família.

As datas são determinadas pelo último dígito do Número de Identificação Social (NIS) que cada Responsável Familiar (RF) possui. A numeração pode ser facilmente encontrada no cartão do benefício e no Cartão Cidadão.

Sendo assim, o calendário de pagamento do Bolsa Família de dezembro seguirá o cronograma:

  • Beneficiários com NIS final 1 – recebem dia 10/12 (quinta-feira);
  • NIS final 2 – recebem dia 11/12 (sexta-feira);
  • 3 – recebem dia 14/12 (segunda-feira);
  • 4 – recebem dia 15/12 (terça-feira);
  • 5 – recebem dia 16/12 (quarta-feira);
  • 6 – recebem dia 17/12 (quinta-feira);
  • 7 – recebem dia 18/12 (sexta-feira);
  • 8 – recebem dia 21/12 (segunda-feira);
  • 9 – recebem dia 22/12 (terça-feira);
  • 0 – recebem dia 23/12 (quarta-feira).

Os beneficiários devem sacar a parcela no dia determinado, nunca antes, pois o valor não é disponibilizado fora do cronograma. Porém, podem contar com um prazo de até 90 dias para efetuarem a retirada do valor.

Além disso, a mais recente novidade para quem recebe o Bolsa Família é a possibilidade de movimentar o valor da parcela pelo aplicativo CAIXA Tem.

Confira: Além do bolsa família, inscritos no CadÚnico acessam mais de 20 benefícios

Próximo pagamento poderá ser virtual

Os beneficiários do Bolsa Família serão pagos por meio do aplicativo CAIXA Tem. O governo pretende começar com os pagamentos digitais ainda neste mês.

Para tanto, a Caixa Econômica Federal (CEF) informou recentemente que vai abrir conta social digital para os beneficiários do programa.

Vale ressaltar que a migração acontecerá aos poucos e terá como primeiros participantes, os beneficiários cujo NIS termina em 9 e 0; ou seja, os dois últimos números a serem pagos, de acordo com o que estabelece o calendário regular do programa.

A mudança será progressiva e deve contemplar todos os beneficiários em março:

  • Dezembro: beneficiários com NIS finais 9 e 0;
  • Janeiro de 2021: beneficiários com NIS finais 6, 7 e 8;
  • Fevereiro: beneficiários com NIS finais 3, 4 e 5;
  • Março: beneficiários com NIS finais 1 e 2, e grupos populacionais tradicionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

O aplicativo que era usado inicialmente para o recebimento do auxílio emergencial e do FGTS no valor de um salário mínimo, também irá ser usado para pagar o Bolsa Família Digital.

Os saques do benefício serão feitos somente na CEF, agências conveniadas e casas lotéricas. Desse modo, o uso da ferramenta vai contribuir no que diz respeito a evitar aglomerações.

Além disso, com os novos recursos do aplicativo, os beneficiários vão poder utilizá-lo com as mesmas funções do Cartão Cidadão; isto é, com saques nas agências permitidas, transações financeiras e pagamentos sem nenhum custo adicional.

A CEF também informou que os saques utilizando o cartão do programa continuarão disponíveis.

Veja ainda: Bolsa Família 2021: vai ter aumento mesmo? Entenda melhor

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies