Parceria da Uber com Digio agora fornece empréstimo para motorista de aplicativo

Entenda como funciona a modalidade de crédito

Anúncio


A companhia de transportes urbanos e entregas por aplicativo Uber fez uma parceria com o Digio, o banco digital gerenciado pelo Banco do Brasil e Bradesco, com o intuito de fornecer empréstimo para motorista de aplicativo da referida plataforma aqui no Brasil.

Continua depois da publicidade

Com a crise provocada pelo coronavírus, muitas pessoas se viram forçadas a recorrer a empréstimos para pagar suas contas ou sanar dívidas decorrentes da queda da renda durante a pandemia. Foi diante desse cenário que se viu a necessidade de oferecer empréstimos com condições especiais. Confira hoje (30/01) como isso funciona.

Leia ainda: Como calcular IOF sobre empréstimos? Aprenda de modo fácil

Continua depois da publicidade

Empréstimo para motorista de aplicativo Uber com o Banco Digio

empréstimo para motorista de aplicativo uber (1)
Empréstimo para motorista de aplicativo Uber em parceria com Banco Digio. Fonte da imagem: Freepik

O empréstimo para motorista de aplicativo feito através do Banco Digio, em parceria com a Uber, deve ser entre R$1 mil a R$5 mil.

Continua depois da publicidade

No que se refere à taxa de juros cobrada, ela é de 2,97% ao mês. O prazo para pagamento, por sua vez, é de até 12 meses.

Ao contrário do crédito tradicional, no qual os pagamentos das prestações são feitos de forma mensal, o crédito para condutor de aplicativo pode ser retido semanalmente, seguindo assim o fluxo de entrada de receita para os motoristas. As prestações que forem pagas antecipadamente tem desconto nos juros.

Leia ainda: Quer fazer cartão de crédito online agora? Digio oferece opção sem anuidade

Os valores devidos pelos motoristas serão retidos pela Uber. Esse esquema de funcionamento é baseado em um modelo parecido com aquilo que recebe o nome de trava de recebíveis. No entanto, a Uber não assegura a obtenção dos empréstimos e tampouco receberá alguma porcentagem da receita das transações.

Além disso, o banco parceiro concede um crédito que é muito parecido com o consignado, pois retém o saldo que o profissional tem a receber. A diferença é que, ao contrário do consignado tradicional, que retém o valor da prestação do rendimento mensal, esse empréstimo especial é debitado do rendimento semanal.

Quais são as vantagens e desvantagens dessa oferta de crédito?

A vantagem desse empréstimo para motorista de aplicativo é que ele acompanha o ritmo de entrada de receita para os motoristas, facilitando assim a vida dele.

Ademais, como o valor é debitado semanalmente do valor que o motorista tem a receber, isso poderá ajudá-lo a ter um maior controle financeiro.

Leia ainda: Digio ou Nubank: qual deles oferece o melhor cartão de crédito e conta digital?

No entanto, também possui algumas desvantagens. Inicialmente, ele será disponibilizado para um contingente de aproximadamente mil motoristas, o que é bem pouco em relação à base total de 1 milhão de motoristas e entregadores. A empresa ressalta, contudo que pretende expandir o volume de atendidos.

Outra desvantagem está na taxa de juros, que é de 2,97%. Apesar de ser baixa em comparação com outras opções no mercado, é um pouco maior do que de alguns créditos consignados privados, entre os quais se pode encontrar empréstimos com taxas a partir de 2,12%.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies