PIS não caiu na conta da Caixa? Entenda o que pode estar acontecendo

Trabalhadores precisam atender a todos os requisitos para ter direito ao benefício

Anúncio


Por que meu PIS não caiu na conta da Caixa? A dúvida tem sido comum entre muitos trabalhadores, em relação ao abono salarial pago para quem atua em empresas da iniciativa privada. Esmiuçaremos mais o assunto nesta quarta-feira (21).

Continua depois da publicidade

De início vale lembrar que o Abono Salarial PIS é gerido pela Caixa Econômica Federal e é distribuído, anualmente, aos trabalhadores que atuam com carteira assinada; isso, por pelo menos um mês no ano anterior. No calendário atual, para quem trabalhou em 2019.

No entanto, não basta apenas ser tido carteira assinada e trabalhado para uma empresa privada em 2019. Há uma série de requisitos que devem ser cumpridos para obter o direito ao benefício. Caso contrário, o dinheiro não vai cair na conta da Caixa e nem ficará disponível para saque de outras maneiras.

Continua depois da publicidade
PIS não caiu na conta da Caixa? Entenda o que pode estar acontecendo
PIS não caiu na conta da Caixa? Entenda o que pode estar acontecendo

Leia mais: É possível abrir conta na Caixa Econômica pelo celular? Entenda isso

Continua depois da publicidade

Meu PIS não caiu na conta da Caixa: entenda os possíveis motivos

Como citado acima, ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias seguidos é apenas um dos critérios estabelecidos pela Lei para ter acesso ao abono salarial.

No entanto, a Lei nº 7.998, de 1990, também destaca que os trabalhadores da iniciativa privada devem cumprir uma série de outros requisitos para o PIS.

Se algum deles não for atendido, o trabalhador não tem direito ao benefício e, por essa razão, fica sem o depósito do dinheiro em sua conta; isso, mesmo no dia do calendário previsto para seu mês de nascimento.

Portanto, é fundamental também atender a esses critérios:

  • O trabalhador, primeiramente, necessita estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Além disso, é fundamental ter recebido remuneração média mensal de até dois salários mínimos durante o ano-base do calendário que está sendo pago atualmente pela Caixa. Quem recebeu mais do que isso, não tem direito ao PIS; e
  • Os dados do trabalhador devem estar corretamente informados na RAIS – Relação Anual de Informações Sociais – por parte do empregador. Sem isso, não há como receber PIS.

Leia também: Quem está desempregado tem direito ao PIS? Entenda e veja como receber

Estou dentro dos requisitos e mesmo assim o PIS não caiu na conta da Caixa

Em sua página oficial sobre o Abono Salarial PIS, a Caixa Econômica Federal deixa explícito que nem todos os correntistas recebem o benefício diretamente na conta corrente.

O motivo para tal, é o fato de ser necessário que a conta corrente esteja ativa e com saldo positivo de pelo menos R$ 1. Se estiver inativa ou com saldo negativo, o PIS não é depositado.

Outra forma de receber o PIS

Trabalhadores que não podem receber na conta corrente da Caixa ou que são correntistas de outros bancos, recebem o PIS com o Cartão Cidadão e um documento oficial com foto, em qualquer agência lotérica ou da Caixa Econômica Federal.

Leia ainda: Calendário PIS 2020 Caixa: saiba quando vai receber o abono salarial

Quem não possuir o cartão, deve comparecer a uma agência da Caixa com documento de identificação com foto.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies