Pronampe Bradesco ainda está disponível a MEI e microempresários? Entenda

O dinheiro disponibilizado tem ajudado micro e pequenas empresas a se manterem em meio à crise

Anúncio


MEI – Diante da crise causada pela pandemia de Coronavírus, muitos empreendedores têm buscado ajuda financeira para manter seus negócios funcionando. Para auxiliar nesse momento, o governo federal lançou o Pronampe,  que oferece crédito para micro e pequenos empresários enfrentarem esse período de turbulência. Para os correntistas do Bradesco, por exemplo, buscar o Pronampe Bradesco tem sido a solução. Mas será que o recurso ainda está disponível?

Continua depois da publicidade
Pronampe Bradesco: ainda é possível conseguir? Entenda (imagem: divulgação/G1)
Pronampe Bradesco: ainda é possível conseguir? Entenda (imagem: divulgação/G1)

Veja também: Bradesco tem empréstimo para negativados para pagar a primeira em 60 dias.

O Pronampe

O Pronampe, como já apontado, é uma linha de crédito destinada a micro e pequenos empresários que foi criada durante o período da pandemia, para auxiliar os empreendedores neste momento de crise.

Continua depois da publicidade

Conhecido como Programa Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, ele visa conceder crédito a juros baixos, e com o prazo de pagamento em até 36 meses.

Continua depois da publicidade

Com o valor disponibilizado, empreendedores podem pagar dívidas, comprar equipamentos e pagar seus funcionários; mantendo, assim, o emprego e a renda de muitas famílias.

A quem é destinado o Pronampe?

São três tipos de empreendedores que tem acesso a essas linhas de financiamento:

  • Microempreendedores Individuais (MEI);
  • Microempresas;
  • Empresas de pequeno porte (EPP).

Quais bancos oferecem o Pronampe?

O crédito fornecido por meio do programa nacional de apoio às micro e pequenas empresas é oferecido por diferentes bancos e fintechs.

Dentre eles, podemos citar o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Banco Santander, o Banco do Nordeste, o Bradesco, dentre outros.

Veja também: Boleto do Bradesco atrasado: como atualizar?

Pronampe Bradesco: não há mais recursos?

A busca por linhas de crédito fez os empresários recorrerem a bancos privados para conseguir os valores. Acontece que muitas instituições financeiras já atingiram seu limite de crédito, não tendo mais recursos para disponibilizar.

Segundo o banco Bradesco, só no primeiro dia da segunda rodada, R$ 1,3 bilhão foram liberados para empréstimos. E hoje, 26/11, não há mais dinheiro disponível para liberar via Pronampe.

Segundo a própria instituição, empresários interessados em contratar novos valores, podem consultar o seu gerente para conhecer outras linhas de crédito disponíveis.

Pronampe é liberado por fases

O programa já teve duas fases, sendo que só na segunda, liberou 12 bilhões de reais em créditos para microempreendedores individuais, microempresas e as empresas de pequeno porte.

Esse valor está bem abaixo do liberado na primeira etapa do programa. Naquela fase, foram colocados à disposição pelo governo 15,9 bilhões de reais e milhares de empresas foram beneficiadas.

Terceira rodada é aprovada e mantém as regras anteriores

No dia 18 de novembro, o Senado aprovou o projeto para dar continuidade ao programa. Entretanto, ainda precisa de autorização da Câmara dos Deputados para que os novos valores sejam distribuídos.

Estima-se que o valor do benefício a ser liberado seja de 10 bilhões de reais; valor que, assim como nas rodadas anteriores, sai do fundo de garantia de operações (FGO).

Trata se de um fundo privado criado em 2009 e que garante operações de crédito para pequenas e médias empresas.

Com a liberação dos novos valores, estima-se que comece a fase de empréstimos pelos bancos. Inclusive aos interessados no Pronampe Bradesco. Agora é aguardar o projeto de lei ser aprovado.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies