Qual a melhor maquininha de cartão? Veja 3 boas opções no mercado

Elas já foram artigo de luxo e só os grandes e sólidos pontos de venda tinham. Mas hoje em dia elas se popularizaram.

Maquininha de cartão hoje em dia é necessidade essencial para a maioria dos comerciantes. Em sendo assim, confira esse comparativo que fizemos para esta segunda-feira, 30 de novembro. Conheça na matéria detalhes importantes sobre as máquinas de cartões e ao menos três boas opções, para quem deseja fazer uma aquisição do produto. 

Maquininha de cartão
Qual a melhor maquininha de cartão? Foto: Getty Images.

Leia: Como adicionar dinheiro no Mercado Pago? Entenda agora

Essas máquinas já foram artigo de luxo e só os grandes e sólidos pontos de venda tinham. Mas hoje em dia elas se popularizaram, baratearam e diminuíram as taxas de juros sobre as compras. 

Elas são muitas e é realmente difícil de escolher uma de primeira. Confira agora as mais conhecidas do mercado, e qual atrativo e pontos negativos que cada uma delas tem. 

Maquininhas de cartão com chip 

Pequenas, conectadas a um celular, mais baratas e certamente ágeis, as maquininhas prometem serviço básico na hora de receber pagamentos via cartões. Confira três diferentes marcas. 

1 – A maquininha de cartão Moderninha Plus

Leve e pequena, a Moderninha Plus é uma das versões mais básicas. É boa para quem não tem um grande volume de vendas no cartão.

Ela tem um preço baixo, aceita bastante cartões, tem conta digital com acesso a rendimentos, além de possibilitar empréstimos e não necessitar de vínculo bancário. 

Por outro lado o dinheiro só vai para conta do banco se for transferido. Afinal, por ter sua própria conta digital o dinheiro só cai lá.

Ela tem chip próprio e funciona tanto com 3G e Wifi. Em relação as taxas funciona assim: 2,39% para o débito e 3,19% para o crédito. Ela custa R$ 82,80 e pode ser parcelada em 12x.

2 – Mercado pago, a maquininha do Mercado Livre

Essa maquinha é barata e com taxas baratas também. Possui conta digital com direito a empréstimos e rendimentos, além de ter chip multioperadora.

Ela custa R$ 142,80 e pode ser parcelada em até 12x. Possui garantia de 3 anos. 

Por outro lado, o depósito dessa maquininha não cai direito na conta bancária. Isso porque ela tem a própria conta digital. E outro ponto negativo é que não passa tarja. 

E em relação as taxas ela funciona assim: 1,99% para débito, a partir de 3,03% para crédito e a partir de 3,60% para parcelamentos. 

3 – Maquinha de cartão Cielo zip

Uma maquininha completa, mas com valor bem elevado. A versão pequena da Cielo é boa porque aceita mais de 70 cartões, incluindo vouchers, tem possibilidade de crediário, não exige vinculo bancário e tem suporte 24h. 

Por outro lado custa R$ 550,00, podendo ser parcelada em até 12x. Suas taxas não são muito atrativas e a qualidade técnica pode deixar a desejar.

As taxas dessa maquininha funcionam assim: 2,39% para o débito e 4,99% para o crédito. 

As maquininhas para cartão não dão recibo impresso para as compras feitas, como as máquinas maiores. Elas dão a possibilidade de envio de comprovante via e-mail ou mensagem no celular. 

Há uma diversidade de maquininhas de cartões no mercado. O custo benefício varia de acordo ao tipo de necessidade de quem compra. 

Existe um site do SEBRAE que faz simulações específicas, de acordo com nicho de mercado, regiões do país e até mesmo com consulta de CNPJ. Confira aqui e veja qual a melhor maquininha para você.

Leia também: Transferir dinheiro pelo Pix? Entenda os detalhes.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies