Saiba mais sobre a 6ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro

A parcela é a primeira da série de quatro pagamentos com valor de R$ 300

Anúncio


A Caixa Econômica Federal segue para finalizar o pagamento de mais um mês do benefício, que auxilia brasileiros durante o período de pandemia. Portanto, nesta sexta-feira (23), saiba mais detalhes a respeito da 6ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro.

Continua depois da publicidade

Ela (a 6ª parcela) é a primeira da série de quatro pagamentos com valor de R$ 300 cada uma. É o que o governo tem chamado de auxílio residual ou extensão, na Medida Provisória 1.000/20.

Assim como ocorreu nas cinco primeiras parcelas distribuídas, a Caixa tem dado sequência ao cronograma de maneira escalonada. Isto é, separando beneficiários de acordo com o mês de repasse do primeiro pagamento e, assim, organizando a “fila” conforme o mês de nascimento.

Continua depois da publicidade

Sendo assim, os nascidos no mês de novembro são sempre o penúltimo grupo a receber cada parcela. E no sexto mês de benefício não é diferente.

Continua depois da publicidade

Após já ter repassado a cota para os nascidos de janeiro a outubro, veja os detalhes do calendário para quem nasceu em novembro.

Veja a data da 6ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro
Veja a data da 6ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro (Foto: Pixabay.com)

Leia mais: AGE CRED F Caixa Tem: entenda do que se trata esta mensagem

6ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro

Quem nasceu em novembro e recebeu a primeira parcela em abril, faz parte do ciclo 1 do auxílio emergencial. Neste caso, a data da 6ª parcela é o dia 29 de outubro. Já o saque só será permitido a partir de 05 de dezembro.

Contudo, quem é de novembro e recebeu a primeira em meses seguintes (após abril), ainda está atrasado no calendário e só recebera a 6ª parcela mais para frente.

Confira, portanto, a data da 6ª parcela para os nascidos em novembro de cada ciclo de pagamento do auxílio:
  • 29 de outubro – beneficiários que receberam a primeira parcela em abril;
  • 18 de novembro – beneficiários que receberam pela primeira vez em maio;
  • 11 de dezembro – beneficiários que receberam pela primeira vez em junho;
  • 28 de dezembro – últimos beneficiários aprovados em julho.

Leia também: Veja as datas da 7ª parcela do auxílio emergencial Bolsa Família

Valor da 6ª parcela para beneficiários de novembro

Quem recebeu a primeira parcela entre abril e maio, recebe o auxílio residual em quatro parcelas de R$ 300 cada um.

Já quem foi aprovado entre junho e julho possui um cronograma diferenciado e, portanto, com menos parcelas a receber. Porém, com o mesmo valor no total.

Isto é, quem foi aprovado em junho vai receber o auxílio extensão em duas parcelas de R$ 600.

Já quem foi aprovado por último, no mês de julho, vai receber somente uma parcela residual no valor de R$ 1.200.

Leia ainda: É possível abrir conta na Caixa Econômica pelo celular? Entenda isso

Vale ressaltar que todos vão receber o mesmo valor do auxílio residual, porém com número de parcelas diferente para respeitar a Medida Provisória 1.000/20, que obriga a Caixa a pagar todas as cotas até o final de dezembro. Independentemente de quantas parcelas ainda restar.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies