Seguro-desemprego bloqueado? Saiba as prováveis causas e como resolver

Para ter direito ao seguro-desemprego, o trabalhador formal recém dispensado deve atender rigorosamente ao regulamento do programa

Como forma de subsidiar temporariamente o trabalhador recém desempregado, o governo federal paga um seguro correspondente ao valor do salário recebido pelo profissional antes da dispensa. No entanto, é necessário que o interessado atenda a todos os critérios exigidos pelo seguro para que possa receber as parcelas. Desse modo, você teve o seguro-desemprego bloqueado ao fazer a sua solicitação? Saiba hoje (15/01) o que pode ter acontecido e como resolver.

Seguro-desemprego bloqueado? Saiba as prováveis causas e como resolver
Seguro-desemprego bloqueado? Saiba as prováveis causas e como resolver

Leia também: Seguro-desemprego 2021: confira o teto e os novos valores do benefício

Seguro-desemprego bloqueado: o que pode ter acontecido

Para ter direito ao seguro-desemprego, o trabalhador formal recém dispensado deve atender rigorosamente ao regulamento do programa. Caso contrário, o interessado fica impossibilitado de receber o benefício.

Desse modo, ao efetuarem a solicitação de forma digital, o sistema informa que o cidadão não tem direito ao seguro. Isso acontece principalmente, devido às divergências entre as informações.

Caso isso aconteça, o solicitante não pode recorrer. No entanto, se esta for a situação e o solicitante tiver certeza que atende aos critérios, poderá aguardar a análise do sistema e em caso de indeferimento do pedido, pode entrar com recurso.

Para tanto, o trabalhador deve acessar o site da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho ou acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Nesta segunda opção, o procedimento é mais simples. Veja o passo a passo simplificado:

  • Clique em benefícios;
  • Depois em Seguro-desemprego/Consultar;
  • Em seguida, clique no seu número de requerimento;
  • Por fim, selecione a opção de recurso.

Feito isso, o sistema solicitará dados, a justificativa do recurso e documentos em anexo. Todos os campos devem ser preenchidos de forma satisfatória e corretamente, caso contrário, a reanálise não será feita.

Outra situação que pode resultar no Seguro-desemprego bloqueado é quando o trabalhador consegue reingressar no mercado de trabalho durante o período em que está recebendo o benefício.

Neste caso não há como recorrer, pois o trabalhador não necessita mais do benefício.

Veja ainda: Regras seguro-desemprego 2021: algo mudou? Saiba agora mesmo

Critérios para receber o Seguro-desemprego

Para ter direito ao seguro, o interessado deve atender ao regulamento:

  • Não ter CNPJ, mesmo que inativo;
  • Estar desempregado (a) quando solicitar o Seguro-desemprego;
  • Não possuir nenhuma outra fonte de renda;
  • Ter sido demitido sem justa causa ou na categoria de rescisão inversa, quando o trabalhador pede a rescisão do contrato devido a uma falta grave cometida pelo empregador;
  • Não estar recebendo qualquer benefício do INSS, como aposentadoria; exceto para casos de recebimento de pensão por morte e auxílio acidente.

Além disso, deve atender ao tempo de serviço, pois com a variação do período trabalhado, o indivíduo tem direito de receber entre 3 e 5 parcelas.

Portanto, a quantidade de pagamentos, desse modo, vai depender da quantidade de meses trabalhados e de quantas vezes o indivíduo solicitou o benefício.

Dessa forma, para a 1ª solicitação, o trabalhador precisa ter atuado de carteira assinada por um período corresponde a 12 meses, no mínimo. Observe:

  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

Para a 2ª solicitação, o tempo mínimo é de 9 meses:

  • 9 a 11 meses: 3 parcelas;
  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

E, por fim, para a 3ª solicitação em diante, o profissional precisará comprovar o tempo mínimo de 6 meses:

  • 6 a 11 meses: 3 parcelas;
  • 12 a 23 meses: 4 parcelas;
  • 24 meses ou mais: 5 parcelas.

Assim sendo, o profissional deve comprovar o tempo de serviço prestado e caso tenha faltado algum período do tempo mínimo exigido, o seguro não é pago.

Confira: Seguro-desemprego não caiu? Saiba como entrar com recurso

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies