Senha do Bolsa Família bloqueada para saque? Entenda como regularizar

Para que seja possível utilizar o cartão para sacar o benefício, o Responsável Familiar (RF); ou seja, a pessoa que representa toda a família no CadÚnico, deve desbloqueá-lo junto com a senha

Para que seja possível acessar os valores repassados pelo governo, os beneficiários não podem estar com a senha do Bolsa Família bloqueada. Desse modo, nesta quinta-feira (26/11) daremos mais detalhes acerca do assunto.

Senha do Bolsa Família bloqueada? Saiba como regularizar
Senha do Bolsa Família bloqueada? Saiba como regularizar – Imagem: Divulgação G1

Caso o beneficiário tenha acabado de receber o cartão, precisa desbloqueá-lo juntamente com a senha para poder receber as parcelas mensais do benefício. Entenda melhor na sequência, sobre como é possível fazer o procedimento.

Leia também: Últimas notícias sobre o abono natalino Bolsa Família de 2020; confira

Senha do Bolsa Família bloqueada

O Bolsa Família é atualmente o principal programa de distribuição direta de renda às pessoas vulneráveis social e economicamente.

Dessa forma, quando a família é selecionada para participar do programa, o cartão do benefício é entregue pelo Correio no endereço residencial que, por sua vez, foi informado no ato da inscrição.

No entanto, para receber o cartão, é preciso que um integrante familiar maior de 18 anos de idade receba e assine a correspondência. Caso contrário, o cartão não será entregue. Duas outras novas tentativas de entregas serão realizadas.

Para que seja possível utilizar o cartão para sacar o benefício, o Responsável Familiar (RF), ou seja, a pessoa que representa toda a família no CadÚnico, deve desbloqueá-lo junto com a senha.

Desse modo, com a senha do Bolsa Família bloqueada o beneficiário não pode ter acesso ao valor repassado, por isso se faz necessário desbloqueá-la.

Veja ainda: Contestação do Bolsa Família para quem teve auxílio residual cancelado; saiba como fazer

Como desbloquear a senha do Bolsa Família

Ao receber o cartão, o Responsável Familiar (RF) ainda não está apto a receber o benefício, pois é necessário desbloquear o cartão e a senha.

Para desbloquear os meios de acesso ao valor do Bolsa Família, é preciso cumprir duas etapas:

  • Ligação (agendamento);
  • Comparecimento à agência bancária.

Desse modo, a primeira etapa é ligar para o número 0800 726 0207 e solicitar o desbloqueio e a liberação para o cadastro da senha.

A ligação poderá ser feita por qualquer telefone, seja o aparelho celular ou o telefone fixo. Além disso, a ligação é gratuita e garante a execução da segunda etapa.

Esta consiste em comparecer à agência ou Lotérica para cadastrar a senha. Na agência, será solicitado para o beneficiário um documento oficial com foto e o cartão do benefício. O RF também assinará o Termo de Responsabilidade de Guarda do cartão.

Após esse procedimento, o atendente passará o cartão no terminal eletrônico e fará a ativação.

Além disso, é possível ativar o cartão em alguma agência da Caixa Econômica Federal (CEF). O procedimento é o mesmo, porém não é necessária a apresentação do cartão, mas o documento é indispensável.

Feito isso, após a ativação, o cartão e senha estarão desbloqueados e poderão ser usados para sacar as parcelas mensais, as quais são determinadas pelo calendário regular do programa.

Calendário do Bolsa Família

Os pagamentos relativos a novembro começaram no último dia 17 (terça-feira) para beneficiários de NIS final 1.

O NIS é, portanto, o Número de Identificação Social fornecido após a inscrição no CadÚnico. O conjunto número é formado por 11 dígitos, sendo o último utilizado para determinar o calendário regular do Bolsa Família.

Nesta quarta-feira, recebem a parcela do benefício os participantes cujo NIS termina em 7. Confira o calendário restante:

  • Beneficiários com NIS final 7- recebem HOJE, dia 25/11 (quarta-feira);
  • 8 – recebem dia 26/11 (quinta-feira);
  • 9 – recebem dia 27/11 (sexta-feira);
  • 0 – recebem dia 30/11 (segunda-feira).

Desse modo, o pagamento nunca estará disponível antes da data determinada, porém, o beneficiário tem até 90 dias após o pagamento iniciar para retirar sua parcela. Caso o prazo não seja cumprido, a parcela pode ficar bloqueada.

Confira: Calendários Bolsa Família 2020: confira as últimas datas de pagamento do benefício

Saiba tudo sobre restituição do DPVAT e quem tem direito

O pagamento do seguro DPVAT é obrigatório para condutores de veículos motorizados no Brasil. Ele tem como objetivo indenizar às vítimas de trânsito, em casos de danos pessoais causados por veículos automotores de vias terrestres, ou por sua carga, sejam às pessoas transportadas ou aos pedestres.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies