Substituto do Bolsa Família promete nove benefícios e valor 50% maior; entenda

Saiba mais detalhes sobre o novo programa lançado por Jair Bolsonaro

Anúncio


O Auxílio Brasil vai ser o programa substituto do Bolsa Família a partir dos próximos meses. É o que garante o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ao editar uma Medida Provisória e publicá-la no Diário Oficial da União. Como vai funcionar? Entenda hoje (10/08) aqui no portal Folha GO.

Continua depois da publicidade

A Medida Provisória nº 1.061/2021, institui o programa Auxílio Brasil, como substituto do que vem sendo chamado de Bolsa Família desde o ano de 2003, além de prometer outras providências e novidades acerca do assunto.

Com a edição da MP por parte da presidência da República, o texto passa a valer como Lei no ato de sua publicação no DOU. Porém, para ser mantido será necessário ser votado e aprovado nas duas casas do Congresso Nacional: Senado e Câmara. O prazo máximo é de 120 dias.

Continua depois da publicidade

A ideia do governo federal é de que o programa já passe a valer a partir do mês de novembro, com pagamentos feitos por meio dos novos métodos do programa.

Continua depois da publicidade
Substituto do Bolsa Família terá aumento de 50% no valor: entenda
Substituto do Bolsa Família terá aumento de 50% no valor: entenda (Foto: Divulgação / Ministério da Cidadania)

Substituto do Bolsa Família: promessa é de aumento em 50% no valor do benefício, mas ainda não há confirmação

Atualmente, o Bolsa Família atende a mais de 14 milhões de famílias em todo o Brasil. Todas elas são consideradas em estado de pobreza ou extrema pobreza e precisam estar cadastradas no CadÚnico para receber o benefício.

O valor médio pago mensalmente aos beneficiários é de R$ 189. A principal promessa do governo, com o lançamento de um novo programa substituto do Bolsa Família, é de que esse valor aumente em cerca de 50%.

Entretanto, ainda não há confirmação de quais serão os valores a serem praticados no benefício, e inclusive tem gerado divergências no Congresso Nacional.

Como funcionará o programa Auxílio Brasil?

A edição da Medida Provisória revoga o programa Bolsa Família e cria nove novas modalidades dentro do Auxílio Brasil.

Cada modalidade de benefício tem suas especificidades. Entenda cada uma:

Primeira Infância: benefício para famílias com crianças entre zero a 36 meses;

Composição familiar: será voltado para famílias com jovens de até 21 anos e não mais 17, como antes.

Superação da Extrema Pobreza: famílias terão apoio financeiro caso a renda mensal per capita não supere o valor mínimo para sair da extrema pobreza.

Auxílio Esporte Escolar: jovens de 12 a 17 anos receberão auxílio caso se destaquem nos Jogos Escolares Brasileiros.

Bolsa de Iniciação Científica Júnior: destinada a jovens que atinjam rendimento acima da média em competições acadêmicas e científicas.

Auxílio Criança Cidadã: crianças com zero a 48 meses terão vaga garantida em creches.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural: agricultores do CadÚnico vão receber depósitos por até 36 meses.

Inclusão Produtiva Urbana: auxílio a quem receber o benefício e comprovar vínculo formal.

Benefício Compensatório de transição: para famílias que perderem direito a valores do benefício na transição do Bolsa Família para Auxílio Brasil.

Trabalhar e ganhar com PiniOn: conheça o app que paga mais que o TikTok

As formas de se conseguir renda extra estão cada vez mais variadas ao redor do mundo. Com a força que o home office ganhou nos últimos anos e sobretudo pela crise dos últimos tempos, usuários buscam formas de ganhar dinheiro sem sair de casa. E é isso que o aplicativo PiniOn promete. Saiba mais nesse vídeo:

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies