Veja o andamento do projeto de 14º salário para aposentados no Congresso

PL continua pausado e sem previsão de votação no Senado; segurados do INSS seguem buscando respostas

Anúncio


Está chegando o final de 2020 e as dúvidas sobre o pagamento ou não do 14º salário para aposentados e pensionistas do INSS continuam movimentando a Internet brasileira nesta sexta-feira (25/12). Aqui, falaremos sobre qual é o atual estágio do Projeto de Lei que quer dobrar o abono dos segurados do INSS.

Continua depois da publicidade

Em um ano marcado por pandemia de coronavírus, a crise financeira foi instaurada no país e atingiu todas as áreas possíveis. Por sua vez, o governo precisou tomar atitudes e lançar medidas que auxiliassem a população em meio a uma situação rara na história.

Veja o andamento do projeto de 14º salário para aposentados no Congresso
Veja o andamento do projeto de 14º salário para aposentados no Congresso (Foto: Freepik.com)

Uma das medida que o governo tomou foi a antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS, que receberam as duas parcelas do abono natalino ainda no primeiro semestre.

Continua depois da publicidade

Na época, o dinheiro foi bem recebido por aposentados e auxiliou em um dos momentos de pico da pandemia no país. Mas, neste final de ano, a busca por respostas sobre o 14º salário continua sendo alta.

Continua depois da publicidade

Tanto nas redes sociais, como através do buscador mais famoso da Internet, o Google, segurados do INSS querem saber: afinal, vai ou não ter o pagamento extra do abono anual em 2020?

Não existe previsão e nem resposta concreta sobre se vai ou não haver o abono anual dobrado. Porém, explicaremos abaixo o que se sabe sobre o assunto até a data de hoje (25/12).

Leia mais: Foi liberado abono extra de R$ 2 mil a aposentados e pensionistas? Entenda se é verdade

Confira o estágio atual do Projeto de Lei que impõe o 14º salário para aposentados e pensionistas do INSS em 2020

Atualmente, o que existe no Congresso Nacional é o Projeto de Lei nº 3.657, apresentado por iniciativa do Senador Paulo Paim (PT-RS).

O projeto foi encaminhado para publicação no dia 06 de julho e ainda não foi colocado em pauta. Neste momento, já é possível afirmar que não será votado em 2020.

O texto sugere que o abono anual pago antecipadamente em 2020, com duas parcelas no primeiro semestre, seja dobrado e se torne um 14º salário para segurados do INSS e dependentes de Regime Geral da Previdência Social.

Veja o que diz o resumo do PL:

“Dobra, em 2020, o abono anual dos segurados e dependentes do RGPS, instituindo, na prática, um 14º salário em favor dos que recebem auxílio-doença, auxílio-acidente ou aposentadoria, pensão por morte ou auxílio-reclusão”.

Encaminhado ao Plenário pelo Senado Paulo Paim, o projeto decorre da Ideia Legislativa nº 136.304 enviada pelo advogado tributário do estado de São Paulo, Sandro Gonçalves. A ideia alcançou 43.303 assinaturas apenas nos primeiros sete dias de julho.

Leia também: Nova antecipação do 13º salário dos aposentados INSS? Entenda o assunto

É necessário ser aprovado nas casas do Congresso antes de virar Lei

Como já destacado neste texto, os dias continuam passando e o Projeto de Lei segue sem andar no Congresso Nacional.

Para se tornar Lei, o projeto precisa ser aprovado inicialmente na casa onde ele foi apresentado. Neste caso, no Senado Federal.

Se for pautado e aprovado pela maioria dos senadores, é enviado para subsequente votação na Câmara dos Deputados. Caso haja nova aprovação, o texto poderá ser enviado ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), que irá sancionar ou não como Lei.

Leia ainda: BMG Card é opção de cartão consignado para aposentados

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies