Maradona é velado na Casa Rosada; entenda

Argentinos se despedem de Maradona em velório na Casa Rosada

Anúncio


O corpo do ex-jogador e técnico Diego Armando Maradona está na Casa Rosada, em Buenos Aires, que é sede da Presidência da Argentina, onde será velado por uma multidão de fãs até o fim da tarde desta quinta-feira, dia 26 de novembro.

Continua depois da publicidade

Diego Armando Maradona morreu nesta última quarta-feira, dia 25 de novembro, aos 60 anos de idade, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Milhares de pessoas já fazem fila para dar seu adeus ao um dos maiores jogadores que seu país e do mundo já teve. Sendo assim, a expectativa é que 1 milhão de pessoas passem pelo local para se despedir de Maradona.

Continua depois da publicidade

Leia também: Transmissão não ocorre em campo: CBF descarta mudar protocolo de Covid-19

Continua depois da publicidade

O velório de Diego Armando Maradona foi aberto ao público às 6 horas desta quinta-feira, dia 26 de novembro. No entanto, segundo um comunicado oficial, foi informado que, por indicação da família, o velório público irá acontecer até às 16h.

Antes de abrir a Casa Rosada para os torcedores, Maradona foi velado de forma particular por familiares e amigos. De modo similar aos demais ídolos do Boca Juniors, Carlos Tevez e Martín Palermo, além de outros campeões do mundo pela Argentina em 1986.

A cerimônia acontece com caixão fechado, que foi coberto com um bandeira argentina e camisas da Albiceleste e do Boca Juniors. Diego Armando Maradona será enterrado no cemitério Jardins de Bella Vista, em Buenos Aires.

Entretanto, ainda não se sabe o horário do sepultamento, haja vista que a família não havia  confirmado até momentos antes do início do velório.

Autópsia

De acordo com as análises, foi alegado que o paciente estava com “miocardiopatia dilatada”,  isto é, doença que impede o bombeamento adequado de sangue para o corpo.
Segundo os exames, a insuficiência provocou um “edema agudo no pulmão”. No entanto, os médicos ainda aguardam o resultado das investigações toxicológicas para concluir o relatório sobre o falecimento.

Resumo curto sobre Diego Armando Maradona

Maradona foi dono de uma habilidade rara, iniciando sua carreira pelo Argentinos Juniors. Logo depois, passou por Boca Juniors, Barcelona, Napoli, Sevilla e Newell’s Old Boys, antes de voltar ao clube xeneize para encerrar a carreira, em 1997.

Vale lembrar que ele, também, defendeu a camisa da Seleção Argentina de 1977 a 1994 e liderou o país na histórica conquista da Copa do Mundo de 1986. Ademais, Diego Armando Maradona protagonizou, contra a Inglaterra, uma das maiores atuações individuais da história do torneio.

O jogador é lembrado por ter marcado um gol com a “mão de Deus” e outro após driblar metade do time adversário. Além disso, ele foi treinador de alguns clubes e da própria Seleção da Argentina.

Como técnico de clubes treinou o Al-Wasl, o Al-Fujairah, o Dorados de Sinaloa e a Gimnasia y Esgrima, bem como  comandou a Seleção Argentina na Copa do Mundo da Fifa de 2010.

Contudo, como técnico, Diego Armando Maradona nunca obteve o mesmo sucesso dos tempos de jogador. Sem dúvidas, ele sempre será lembrado como um dos maiores jogadores de futebol do mundo.

Sempre foi polêmico fora de campo e geralmente dizia frases históricas, mas uma frase definiu quem ele foi e deverá ser lembrada para sempre:

“Muitas vezes me dizem: você é Deus. E eu respondo: vocês estão equivocados. Deus é Deus e eu sou simplesmente um jogador de futebol”.

Veja também: Morre Maradona, ídolo da torcida argentina e um dos maiores jogadores de todos os tempos

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies