Palmeiras não pede adiamento de jogos mesmo com surto de Covid-19 no clube

Diretoria não tenta mudança de datas por conta dos desfalques do time

Anúncio


O Palmeiras, mesmo com 18 jogadores infectados por Covid-19, não cogitou pedir o adiamento da partida contra o Goiás neste sábado, às 21h, fora de casa, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Continua depois da publicidade

Veja mais: Netflix anuncia novidades sobre a nova temporada de La Casa de Papel

O Palmeiras está sofrendo muito pelo Covid-19 nos últimos dias, na última quarta-feira, 18, foram 15 desfalques pela doença. O jogo foi contra o Ceará pelas quartas de final da Copa do Brasil, no estádio do Castelão (CE), e mesmo assim o Palmeiras se classificou com o empate de 2 a 2.

Continua depois da publicidade

Porém, a diretoria não chegou a colocar pedidos de adiamento desse jogo e do próximo como possibilidade. Porque o Palmeiras acredita que o protocolo que foi aprovado pelas equipes, junto com a CBF, deve ser seguido. Pois, acredita que precisa ser justo para todos os participantes das competições e pedir para adiar uma partida, seria ir contra algo que o próprio clube topou antes do retorno do futebol.

Continua depois da publicidade

Então, a diretoria quer manter a coerência nesse aspecto, já que foi firme na posição de entrar em campo contra o Flamengo há cerca de dois meses, quando o adversário passava pela mesma situação e tinha poucos jogadores à disposição.

O Palmeiras quer manter a postura nesse momento enfrentando as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus. E assim, se virar da maneira que é possível enquanto o surto da doença no clube não passa. A avaliação interna, inclusive, é que a comissão técnica de Abel Ferreira tem tido ótimo desempenho nesse sentido.

Pois, apesar de tudo isso, a equipe não perdeu nenhum jogo, mesmo com os inúmeros desfalques recentes. No próximo jogo do Palmeiras contra o Goiás, neste sábado, às 21h, pelo Brasileirão serão, somando lesionados e suspensos, além dos que testaram positivo para Covid-19, 21 desfalques. O Palmeiras é o quinto colocado no Campeonato Brasileiro, com 34 pontos.

Veja também: Médico da CBF diz que os clubes relaxaram com a Covid-19; entenda

Casos Covid-19 no Palmeiras

Palmeiras não pede adiamento de jogos mesmo com surto de Covid-19 no clube/ Reprodução: @Uol
Palmeiras não pede adiamento de jogos mesmo com surto de Covid-19 no clube/ Reprodução: @Uol

Foi anunciado pelo Palmeiras na manhã de sexta-feira, 20, que mais cinco jogadores testaram positivo para a Covid-19. Foram eles: o meia Raphael Veiga e os atacantes Willian, Aníbal e Breno Lopes, além do meia Alan, que estava emprestado ao Guarani e se recupera no clube de uma fratura sofrida no pé.

Todos os jogadores já estão isolados e sob acompanhamento dos médicos do Núcleo de Saúde e Performance do Palmeiras. Eles irão cumprir o protocolo de dez dias de isolamento antes de voltar aos treinos. Sendo assim, irão perder os próximos jogos do Palmeiras no período, entre eles a partida de ida das oitavas de final na Libertadores, na próxima quarta-feira, contra o Delfín, do Equador.

Com esses cinco novos casos, o Palmeiras chega a 18 jogadores infectados e isolados neste momento por conta da Covid-19. Os jogadores são: Jailson, Vinicius Silvestre, Matías Viña, Alan Empereur, Benjamín Kuscevic, Danilo, Gustavo Scarpa, Quiñonez, Gabriel Silva, Rony, Gabriel Veron, Marino Hinestroza e Pedro Acacio, além dos cinco mais recentes.

Fora essa preocupação pelo número de casos, o Palmeiras também teve quatro funcionários que testaram positivo pela segunda vez para Covid-19. O jogador de meio campo, Gustavo Scarpa, foi um desses casos. Porém, não existem só pontos negativos, o zagueiro Luan, que tinha sido o primeiro jogador deste surto de Covid-19, já está recuperado.

Ele se junta a Gabriel Menino, tendo findado a quarentena nesta sexta feira, e podem retornar ao time no próximo jogo.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies