Conheça os 5 erros mais comuns no CV e aprenda a evita-los

Um bom currículo é o primeiro passo para conseguir o emprego dos sonhos, afinal ele será o primeiro contato do recrutador com você, e por isso é tão importante que seja um bom primeiro contato. Mas, apesar da importância desse documento muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como fazer um currículo e acabam cometendo erros bobos.

Por isso trouxemos os 5 erros mais comuns, para você ficar atento, na hora de elaborar um CV e como evita-los…

  • Confundir objetivo profissional com apresentação

Esse é um dos erros mais comuns na hora do curriculum porque as pessoas acabam usando a parte de “objetivo profissional” para se apresentarem à empresa, e com isso se delongam escrevendo sobre toda a sua vida.

Então para não cometer esse erro lembre-se de ser suscinto, foque em descrever apenas o cargo que deseja e também o nível de interesse.

  • Erros de português

Outra coisa bastante frequente dentro dos currículos são os erros gramaticais, erros de digitação, etc.

Esse é um problema bem grave, pois o CV é sim um documento importante e ao conter erros de português o recrutador pressupõe descuido profissional da sua parte, ou seja, vai prejudicar a sua contratação.

Então, leia, releia, peça a familiares e amigos para conferir novamente e certifique-se de que nenhum errinho ficou no documento.

  • Mentiras no currículo

Erros de português e confusão entre objetivo profissional e apresentação são erros graves, mas o pior erro é realmente a mentira no currículo.

A mentira pode até passar nas primeiras fases do recrutamento, mas hora ou outra, vai acabar sendo descoberta.

Então use a sinceridade e corra das mentiras para não ser prejudicado futuramente, caso você consiga a vaga. Se não fala inglês, não coloque que é fluente, se não têm domínio em ferramentas digitais seja sincero e não coloque pleno domínio sobre as mesmas.

  • Formatação do currículo

Não basta apenas o conteúdo do seu currículo, o recrutador também ficará atento à formatação usada no mesmo. Não precisa ser nada super elaborado, mas tem que se atentar a algumas coisas básicas como o tamanho da letra usada, que não deve ser nem enorme e nem minúscula, mas compatível com a leitura.

A quantidade de fontes utilizadas também pode deixar o recrutador confuso e com dificuldade para ler. Lembre-se que o currículo é um documento importante, então trate-o como tal, evite as fontes cursivas ou com demasiados “enfeites”, prefira sempre fontes mais sóbrias e sérias, afinal é um documento sério.

  • Desprezar a sua formação ou experiência

Uma dúvida bastante recorrente é a cerca da quantidade de experiência ideal para se colocar no currículo. A verdade é que não há regra, mas o ideal é que você não retroceda além de 10 a 15 anos, pois uma experiência tão antiga assim não é relevante para o recrutador.

Todos os cargos devem estar alinhados cronologicamente (no sentido do emprego mais recente para o mais antigo) de forma organizada e suscinta, claro. Não se esqueça de colocar o cargo que exerceu, o tempo que permaneceu no emprego e quais as funções e habilidades desenvolvidas.

Agora que já conhece os principais erros na hora de elaborar um CV e já sabe também como evita-los, é hora de pôr a mão na massa e construir um currículo arrematador!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...