Após criticar Paola Carosella, ex-jurada do MasterChef, diretor explica seu ponto de vista

Paola Carosella ficou chateada com diretor que a criticou

Paola Carosella, que é ex-jurada do programa MasterChef da Band, sentiu-se menosprezada recentemente e, hoje (18), o diretor Homero Salles explicou seu ponto de vista sobre uma discussão que teve com ela no Twitter.

Tudo aconteceu porque Paola Carosella deu seu ponto de vista sobre a vacina da Covid-19 que havia sido liberada pela Anvisa, além disso a ex-jurada, também comentou sobre o momento difícil que Manaus está vivendo.

Com isso, Homero Salles comentou na rede social que Paola Carosella era uma estrangeira no país, portanto não poderia opinar. Os internautas imediatamente saíram em defesa da ex-jurada do MasterChef, afinal, ela está há mais de 20 anos no Brasil.

Você também pode gostar: Ana Paula Valadão interage com seus seguidores do Instagram e comenta sobre a presença de Deus

Paola Carosella disse a seguinte frase que deixou o diretor incomodado: “Quanto mais horror o governo precisa para deixar o negacionismo de lado?”, referindo-se ao caos que se encontra Manaus pela falta de respiradores. O diretor não gostou de seu comentário e disse o seguinte: “Como pode… morando em outro país que não o seu e dando pitaco”.

Contudo, ao ver a repercussão negativa que seu comentário teve, pois foi chamado de xenofóbico por diversos internautas e acabou apagando sua publicação. Inclusive, um seguidor da culinarista comentou sobre a discriminação do diretor ser crime:

“A constituição Federal:Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”, saiu em defesa de Paola Corosella o internauta, confira outros comentários no Twitter.

Veja também: Monique Evans afronta Leo Dias em publicação no Instagram

Homero Salles disse que não praticou xenofobia com Paola Carosella

Em uma entrevista na data de hoje (18), para o portal Notícias da TV, o diretor Homero Salles disse que não praticou xenofobia com a culinarista e ex-jurada do MasterChef Paola Carosella.

Ele contou ao portal que reside fora do Brasil, por isso não considera sua atitude como xenofóbica, segundo a maioria dos internautas do Twitter disseram: “Eu não sou xenófobo. Se moro fora do Brasil há oito, não posso ser xenófobo”.

O diretor disse ainda que Paola Carosella pediu sua naturalização somente em 2019 e na gestão do presidente Jair Bolsonaro, por isso não acha legal ela falar mal dele: “Eu estava expondo opinião de que ela não deveria descer o porrete no país em que quer se naturalizar”, disse ainda o diretor.

Paola Carosella está no Brasil há mais de 20 anos e possui um restaurante em São Paulo, logo se considera tão brasileira quanto todos que nasceram aqui. Além disso, sua filha é nascida no Brasil, mas entende o quanto é arriscado dar sua opinião, já que essa não é a primeira vez que passa por uma situação assim.

Contudo, os seguidores saíram em defesa da ex-jurada do MasterChef Paola Carosella, sendo que a maioria disse que ela pode sim falar e opinar sobre qualquer situação no Brasil, mesmo porque ela paga impostos como qualquer um.

Você pode ogstar: Gusttavo Lima e Andressa Suita juntos em Angra dos Reis? Segundo foto vazada por fã, eles voltaram

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...