Me chamo Ester Morais, tenho 19 anos e nasci em Alagoas mas já faz alguns anos que estou morando no Mato Grosso. Sou jo...

Qual a melhor plataforma de Ads para e-commerces?

0

No cenário vasto do marketing digital, as plataformas de ads para e-commerces têm destaque importante. Isso porque conseguir visibilidade orgânica nem sempre é o caminho mais fácil. 

Assim, utilizar as mídias pagas para ampliar o alcance de anúncios e ofertas também é uma ação possível e bastante pertinente.

-- Continuar depois da publicidade --

No ramo das plataformas de ads, há três ferramentas que merecem menções mais detalhadas: o Google Ads, o Facebook Ads e o Twitter Ads.

Preparamos o texto a seguir para mostrar os principais atributos de cada uma delas, como um guia para que seja possível identificar qual é a mais adequada para os objetivos de cada empreendimento.

Acompanhe os tópicos a seguir para ter contato com as características básicas do Google Ads, Facebook Ads e Twitter Ads.

Entenda como as mídias pagas funcionam

Antes de começarmos a trazer os dados das plataformas de anúncios, vamos nos deter no conceito de mídia paga.

Trata-se de uma modalidade presente no Marketing que se caracteriza pelo pagamento para ter anúncios exibidos em sites e redes sociais.

Na atualidade, há uma série de plataformas de mídia paga. Elas costumam se dividir entre redes sociais e mecanismos de busca. Leia os tópicos abaixo para entender os benefícios de cada formato.

  1. Redes sociais

As empresas que usam o Twitter Ads têm a possibilidade de segmentar o público-alvo levando em conta as preferências, localização e comportamentos dele.

As redes sociais são muito úteis por permitirem uma comunicação mais direta e assertiva entre a marca e o cliente.

  1. Mecanismos de busca

O marketing focado em mecanismos de busca é próprio para chamar a atenção de quem está à procura de produtos ou serviços.

Associando o Google Ads à técnicas de Marketing de Conteúdo, o impacto se multiplica e as conversões aumentam exponencialmente.

Conheça o Google Ads

Surgida em 2001, a plataforma de anúncios do Google é a líder no segmento. Isso pode ser explicado pela altíssima popularidade do motor de buscas.

Além disso, o Google Ads oferece recursos importantes para o direcionamento de anúncios, como:

  • Localização;
  • Pesquisas anteriores;
  • E-mail;
  • Renda.

Como resultado, as empresas têm a possibilidade de alcançar audiências específicas. A variedade de formatos é outro atrativo de destaque.

Conheça as características principais dos formatos de anúncios disponíveis no Google Ads agora.

  1. Anúncios na rede de pesquisa

São aqueles exibidos no início e no fim dos resultados de busca da página do Google. Vêm com a indicação de “Anúncio”. Nessa modalidade, o cliente só paga quando o anúncio tiver cliques.

  1. Anúncios na rede de display

A rede de display é um conjunto de mais de 2 milhões de sites, blogs e portais de notícias. Os anúncios podem ser feitos em formato de texto, banner, e-mail e em aplicativos.

Com essa variedade absoluta de opções, as estratégias de Inbound Marketing tendem a ser expressivamente eficazes.

  1. Anúncios no YouTube

Nesse caso, só é cobrado um valor monetário quando o usuário interage com o anúncio.

O YouTube é o maior site de compartilhamento de vídeos, então, se fazer presente nele é necessário.

Conheça o Facebook Ads

A plataforma de anúncios do Facebook se notabiliza pelas oportunidades de divulgar produtos e serviços dentro da rede social.

É possível elaborar anúncios em formato de imagem e vídeo. Há, também, a opção multimídia, que mescla fotos, vídeos, textos e áudios.

A empresa também pode montar carrosséis de até 10 imagens ou vídeos em um mesmo anúncio, cada um com links próprios.

No formato instantâneo, o anúncio é aberto em tela cheia com um clique. Por fim, a coleção permite exibir vários produtos de uma vez.

A segmentação do Facebook Ads é focada no comportamento dos usuários da rede. Portanto, os anúncios são exibidos de acordo com as curtidas, comentários e compartilhamentos que são realizados no Facebook.

Em termos de pagamento, o Facebook trabalha com três modalidades diferentes.

Custo por Ação (CPA)

O CPA é o custo médio que se paga por cada ação que os usuários realizam a partir do acesso ao anúncio.

O bom anúncio é aquele que encoraja o cliente em potencial a tomar alguma atitude, seja um clique ou a disponibilização de dados de contato.

-- Continuar depois da publicidade --

Custo por Clique (CPC)

O CPC é calculado fazendo a divisão entre o custo do anúncio e o total de cliques que ele gera.

O valor resultante é o custo que a empresa tem para conquistar cada clique. É a forma de pagamento mais recorrente nas plataformas de ads em geral.

Custo por Mil Impressões (CPM)

A impressão é um conceito típico das redes sociais. Ele aponta cada vez que o anúncio foi exibido para os usuários.

Ou seja, mesmo que não haja interação alguma, a impressão é contabilizada.

O CPM deve ser calculado dividindo o valor do anúncio pelo total de impressões. Depois, o resultado deve ser dividido por 1000.

Conheça o Twitter Ads

O Twitter se consolida cada vez mais como uma das redes sociais mais populares de toda a internet, com mais de 145 milhões de usuários assíduos.

O Twitter Ads segue o mesmo ritmo, destacando-se como uma plataforma excelente para se comunicar com rapidez e agilidade.

À primeira vista, chama a atenção o formato clássico da rede: os tweets, mensagens de até 280 caracteres.

O limite de tamanho faz do Twitter um site essencialmente sintético e dinâmico. Cabe às empresas desenvolverem anúncios interessantes usando a limitação a seu favor.

As funcionalidades presentes na rede são ótimas para monitorar o impacto de cada campanha.

Os números de curtidas, retweets, menções e adesões a hashtags permitem que se acompanhe a recepção do público em tempo real.

Isso sem falar nas oportunidades para criar conteúdo viral. As hashtags supracitadas são palavras-chaves desenvolvidas para divulgar produtos, serviços e campanhas diversas.

A partir delas, marcas de todo o mundo podem alcançar público expressivo. É importante atrelá-las a mensagens atrativas. Assim, os membros do Twitter vão se engajar mais facilmente.

O Twitter Ads trabalha com quatro formatos: tweets promovidos, anúncios para seguidores, Trend Takeover e Twitter Amplify. Confira detalhes sobre cada um deles nos tópicos a seguir.

Tweets promovidos

Nessa modalidade, os anúncios são exibidos na linha do tempo dos seguidores como os outros tweets. A diferença é que os tweets promovidos têm a indicação “Promovido”.

Eles podem ser respondidos, mencionados, curtidos e compartilhados como qualquer outro tweet. É possível incluir texto, vídeos e imagens.

Esse formato, em geral, é escolhido para incentivar o engajamento dos seguidores da marca ou, então, atrair novos seguidores.

Anúncios para seguidores

São criados para chamar a atenção de pessoas que ainda não seguem o perfil de determinada empresa, mas podem achá-lo interessante.

Esse tipo de anúncio aparece ao longo de todo o Twitter: na linha do tempo, nos resultados de buscas e na aba “Quem Seguir”.

A exibição é definida pelo comportamento de cada usuário no site, os tweets que ela curte, as interações que ela realiza.

Trend Takeover

Por meio do Trend Takeover, as empresas colocam seus respectivos anúncios nos assuntos em destaque no Twitter.

Os assuntos em destaque incluem os famosos trending topics, listas alteradas em tempo real que mostram quais são os temas mais falados no Twitter no dia a dia.

Com o Trend Takeover os anúncios são complementados por tweets na linha do tempo. Mas o foco é a aba “Explorar”, que serve para manter o usuário informado com relação às novidades e notícias ao redor do mundo e da rede social.

Ou seja, o produto ou serviço anunciado ganha uma evidência especial por estar em meio a assuntos extremamente populares.

Twitter Amplify

É o recurso específico para alinhar anúncios com conteúdos de vídeo produzidos por perfis de destaque na rede.

O Amplify se divide em Pre-Roll e Parcerias. O Pre-Roll dá as condições de selecionar em quais tipos de conteúdos o anúncio de vídeo vai ser veiculado. São mais de 15 categorias passíveis de escolha.

Nas Parcerias, a empresa pode se associar diretamente a perfis. Em ambos casos, a marca tem mais chances de estabelecer parcerias rentáveis e ampliar consideravelmente o alcance e a visibilidade.

O Twitter conta com uma base de usuários muito fiel e muito vasta. Para encontrar os melhores nichos, por vezes vai ser preciso trabalhar em parcerias e formatos mais audaciosos, como os que o Twitter Amplify oferece.

Considerações finais

Agora você possui as informações básicas e cruciais sobre as três principais plataformas de Ads da internet e como usá-las a favor da marca.

Seja Google Ads, Facebook Ads ou Twitter Ads, as campanhas de anúncios devem ser meticulosamente desenvolvidas para atingir resultados de excelência.

Nesse aspecto, a qualidade da segmentação e o conhecimento dos interesses da base de clientes é essencial.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...