Silvio Santos é condenado por misoginia a Rachel Sheherazade

Silvio Santos terá que pagar ao total R$ 4 milhões para a jornalista Rachel Sheherazade

Foto do revisor (Andreia de Souza)
Revisado por: (Andreia de Souza)
Anúncio


O caso aconteceu durante transmissão do prêmio “Troféu Imprensa”, SBT, quando a jornalista fazia parte da emissora. A Justiça do Trabalho após denúncia de  Rachel Sheherazade reconheceu atitude misógina e abusiva que Silvio Santos teve durante o programa. O apresentador foi condenado a pagar R$ 500 mil por danos morais e a soma das sentenças se resultou em R$ 4 milhões.

Continua depois da publicidade

A determinação da justiça foi do pagamento de direito trabalhista durante o período que Sheherazade esteve na emissora. Além de indenização por danos morais, incluindo também fundo de garantia, aviso prévio, décimo terceiro salário, etc.

Relacionados

Deolane Bezerra anuncia nas redes sociais o seu mais novo…

Continua depois da publicidade

Wesley Safadão para fã: “não encosta não”; cantor…

Continua depois da publicidade

Veja mais: Linn da Quebrada explica ao vivo o motivo da sua tatuagem na testa

 Rachel Sheherazade emitiu diversas opiniões no jornal SBT Brasil sobre o atual presidente, Jair Bolsonaro, e se posicionou sobre o massacre no presídio de Altamira, no interior do Pará, bem como inúmeras opiniões conservadoras.

Uma de suas opiniões gerou uma indignação e cobrança de satisfação por parte dos representantes do Sifuspesp (Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo). Conforme as exposições das suas falas opinativas, ocasionaram a demissão da jornalista, que foi decisiva após determinação de Silvio.

O juiz reproduziu a fala do apresentador e registrou como resultado e prova de um comportamento agressivo, desrespeitoso e misógino, visto explicitamente no vídeo da transmissão da entrega do prêmio.

“Você começou a fazer comentários políticos no SBT e eu pedi para você não fazer mais porque não pode fazer. Você foi contratada para ler notícias e não para dar a sua opinião. Se você quiser fazer política compra uma estação de televisão e vai fazer por sua conta, aqui não”.
A jornalista, quando se afastou do telejornal, afirmou em seu canal no YouTube que não se pronunciou de imediato por causa de questões contratuais, pois tinha um contrato que pretendia seguir integralmente até segunda ordem da emissora.
Rachel Sheherazade foi demitida em agosto de 2020,  após demissão ela alegou vínculo empregatício. Com 11 anos prestando  serviço para a SBT, a âncora do jornal disse que era apenas contratada. Segundo a jornalista, ela não tinha férias e nem reajustes que deveriam ser enquadrados na sua contratação.

Veja mais: Tiago Abravanel promove boicote ao BBB e equipe do cantor se pronuncia 

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies