Looks like you have blocked notifications!

Boas notícias para o PIB em 2020, a expectativa é de alta no mercado agrícola.

O crescimento do PIB cria expectativa no setor

-- Continuar depois da publicidade --

A Pandemia tem afetado diversos setores na economia mundial e o PIB (Produto Interno Bruto) vem sofrendo oscilações diante desta crise, assim como no agronegócio, não é diferente. Do começo do ano até agora, o PIB do agronegócio acumula alta de 6,75%, em 2020.  Apesar da crise mundial, agravada pela pandemia da COVID-19, o setor manteve o crescimento.

A explicação para essa tendência é baseada na análise do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o PIB brasileiro teve uma excelente alta, por causa da ajuda do Governo Federal, que liberou o Auxílio Emergencial, e outros fatores, como a alta demanda externa e a boa safra agrícola, que contribuíram para impulsionar a produção do agronegócio no Brasil.

-- Continuar depois da publicidade --

Saiba mais: pagar NET com cartão de crédito pode ser feito on-line

O cálculo do PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio brasileiro é realizado pelo: Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil). Em julho, obteve um crescimento de 1,26% no mês. Logo, nos 7 primeiros meses do ano, o setor completou uma alta no primeiro período de 2020, com esse crescimento acumulou, desde então, 6,75%.

PIB com expectativas de alta

Nicole Rennó (pesquisadora do Cepea), destaca os pontos positivos que ajudaram a impulsionar o PIB do agronegócio brasileiro. Conforme explica a pesquisadora: “esse desempenho se deve a uma série de fatores positivos. Em primeiro lugar, a agropecuária se adapta muito bem à crise econômica,  tendo em vista a oferta e demanda do mercado. Vale ressaltar também que, este ano, tivemos uma boa safra agrícola, que alavancou o PIB brasileiro.

Saiba mais: pagar NET com cartão de crédito pode ser feito on-line

-- Continuar depois da publicidade --

Portanto, como muitas atividades do agronegócio são importantes, o setor não parou de crescer. Além disso,  continuou produzindo e gerando renda. Assim, no cenário externo, com a demanda aquecida, temos uma situação positiva.

Agroindústria sofre queda

 O segmento da agroindústria teve redução de sua produção no acumulado dos  7 primeiros meses do ano. Como explica (Nicole Rennó), o setor sofreu, por conta da produção de alguns bens não essenciais e que dependem da demanda doméstica, como exemplo: vestuário, bebidas e têxteis.

Assim, o PIB tem uma tendência de alta e a expectativa é que termine o ano com crescimento. Levando em conta os meses de janeiro e julho, o crescimento do setor foi o mais elevado da história em anos. Logo, a perspectiva até o fim do ano é positiva, e caso se concretize, a pesquisadora estima que o crescimento possa atingir até 25% de participação no PIB brasileiro.

Quer ficar por dentro de mais notícias? E  ficar por dentro de tudo o que acontece no setor econômico? Acesse nosso site!

Você precisa ver isso: Plano Plurianual: o instrumento para planejamento governamental : conheça mais.
Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...