3 clubes que escaparam do rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileirão

Grêmio, Botafogo e Fluminense sabem bem o que é respirar aliviado no final de uma temporada

Quando um clube – especialmente classificado como “grande” – inicia a temporada do futebol brasileiro, o que não falta são expectativas de títulos e ótimas projeções no decorrer do ano. Em alguns casos, porém, a situação vai ganhando contornos dramáticos a ponto de se comemorar a simples permanência na Série A do principal campeonato do país. Nos últimos anos, Fluminense, Grêmio e Botafogo sentiram isso na pele quando brigaram contra o rebaixamento

Continua depois da publicidade

Leia mais: Goleiro artilheiro: saiba quem são os 10 maiores da história do futebol

Conheça caso a caso dos times que brigaram contrao rebaixamento:

Grêmio

Continua depois da publicidade

Comandado por Adílson Batista, o Grêmio de 2003 chegou à última rodada do Brasileirão na 23ª posição.

Diferentemente dos tempos atuais, em que somente 20 equipes participam do campeonato, eram 24 times na disputa pelo título do maior torneio nacional naquela temporada.

Continua depois da publicidade

Empatado em pontos com a Ponte Preta, o Grêmio chegou na rodada derradeira precisando de uma combinação de resultados para se safar do rebaixamento.

Após vencer o Corinthians por 3 x 0 e fazer a lição de casa, o tricolor gaúcho contou com a sorte e viu a Ponte Preta vencer o Fortaleza por 2 x 0. De tal maneira, o Imortal se manteve vivo na Série A do ano seguinte.

Visite: 5 jogadores sem clube que poderiam reforçar times brasileiros

Botafogo

Com apenas 44 pontos conquistados até então, o Botafogo, na última rodada do Brasileirão de 2009, entrou em campo na zona de rebaixamento da competição.

Para ser mais exato, o alvinegro carioca estava empatado com o Coritiba, à época 16º colocado, com a mesma pontuação.

3 clubes que escaparam do rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileirão
3 clubes que escaparam do rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileirão | Foto: Alexandre Cassiano/Infoglobo/Globo Esporte

Ao receber o Palmeiras, porém, o Botafogo venceu por 2 x 1. Quem sofreu com o rebaixamento foi o Coxa, que empatou com o Fluminense em casa. Por conta da curta distância entre uma equipe e outra, o próprio alviverde paranaense, caso vencesse, rebaixaria o time das Laranjeiras à Série B do Brasileirão daquela temporada.

Fluminense

Em 2013, o Fluminense entrou na última rodada do Brasileirão com apenas 43 pontos conquistados. À época na 18ª colocação, o tricolor carioca acabou escapando do rebaixamento por algumas ações extracampo.

Ou seja, mesmo se vencesse o Bahia, rival da tal última rodada, como de fato aconteceu pelo placar de 2 x 1, o Fluminense não escaparia da queda.

No entanto, após a justiça esportiva ter considerado irregular a escalação do meia Heverton, da Portuguesa, a equipe paulista acabou perdendo quatro pontos na tabela. Resultado: foi a própria Lusa quem acabou rebaixada no lugar do Fluminense.

Além da Portuguesa, o Flamengo também foi punido pelo mesmo problema de escalação. Se não fossem os dois ruídos, o Fluminense, dentro de campo, acabaria rebaixado para a Série B do Brasileirão daquela temporada.

Além de Grêmio, Botafogo e Fluminense, também viveram situações similares alguns clubes de grande expressão, como Goiás, em 2007; Figueirense, em 2015; e Sport, em 2017, entre outros.

Conheça mais: Quem é o jogador brasileiro que está entre os 10 melhores Sub-21 do mundo?

Seu time já esteve perto do rebaixamento? Conta pra gente qual foi e como escapou da zona da degola?


Continua depois da publicidade
Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão aprovados. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.