Animais de estimação podem visitar pacientes em hospitais? Confira como funciona

Fieis companheiros, eles estão presentes nos dias bons e também nos ruins, no enchendo de amor e carinho

Anúncio


DeA convivência de humanos com animais de estimação torna a vida mais divertida. Os pets ajudam a aliviar o stress do dia a dia e são fieis companheiros. Por isso, quando o tutor precisa ser internado em um hospital, a presença física desses animais pode ajudar na recuperação. Saiba mais, hoje, 28/11, aqui na coluna Pets, do Folha Go.

Continua depois da publicidade

Leia mais: Raças de cachorros favoritas: conheça as 11 mais procuradas

Animais atuam no tratamento de diferentes problemas. Reprodução: Freepik

A zooterapia, ou terapia assistida com animais, é uma técnica bastante conhecida e divulgada em diversos países. Dessa forma, a técnica é utilizada para tratar problemas psicológicos ou físicos.

Continua depois da publicidade

Animais de estimação podem entrar em qualquer hospital?

No Brasil, algumas cidades já permitem a entrada de animais. São os casos, por exemplo, de municípios do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Santa Catarina, onde os pets já podem entrar em hospitais privados e públicos. Porém, cabe a cada estado a aprovação de uma lei específica para este fim.

Continua depois da publicidade

Dessa forma, a liberação da entrada dos pets ainda depende de agendamento junto à administração hospitalar.

Agora é lei, os pets podem visitar seu tutores no hospital (Imagem: Diário do rio)

Isto porque em algumas áreas do hospital, como as Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) e espaços de quimioterapia não permitem a entrada destes animais, por exemplo.

Além disso, para que o animal possa visitar seu tutor, é necessário seguir algumas regras.

Quais animais não podem entrar no hospital?

A lei que permite a entrada de animais em hospitais considera como pets todos aqueles que não apresentem perigo. Dessa forma, são permitidos: cães, gatos, pássaros, coelhos, chinchilas, tartarugas e hamsters, por exemplo.

Dessa forma, o ingresso dos animais em área hospitalar só pode acontecer quando em companhia de algum familiar do paciente. Por isso, a pessoa escolhida para levar o animal precisa estar acostumada com o pet.

Regras estabelecidas para entrada de animais em hospitais

Para receber a visita de seu animal, é preciso respeitar algumas regras. Os pets precisam estar com a vacinação em dia e higienizados. O transporte deve ser em caixas específicas ou em guias presas por coleiras.

O local de encontro entre o paciente e o animal é determinado pelo hospital. Por isso, é preciso agendar a visita e respeitar o tempo de permanência.

Veja também: Descubra 6 raças de gatos que mais gostam de colo e veja curiosidades

O local de encontro entre o paciente e o animal é determinado pelo hospital. Reprodução: Freepik

Benefícios da zooterapia

A zooterapia é utilizada em qualquer faixa etária para o tratamento de ansiedade, da esquizofrenia e do autismo.

Pacientes que estão em tratamento contra o câncer ou pessoas que possuem algum tipo de deficiência de aprendizagem também podem ter a companhia de um pet.

Estudos revelam que a partir de 15 minutos de contato com os animais de estimação, os pacientes apresentam significativa redução de problemas. Tais como: pressão alta, ansiedade, estresse e depressão.

A longo prazo, podem ajudar na socialização, comunicação, memória, concentração e auto estima, por exemplo.

Por fim, gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe: FacebookInstagramTwitter e Pinterest

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies