Looks like you have blocked notifications!

Cachorro do Paquistão? Conheça a raça Bully Kutta, uma das mais perigosas

Raça é super poderosa e foi criada para participar de rinhas entre cães

-- Continuar depois da publicidade --

Grande parte dos países do mundo são responsáveis pela criação de diferentes raças de cachorro. Normalmente ouvimos falar com mais frequência dos cães argentinos, americanos, brasileiros, japoneses, entre outros. Mas, você já conhece o cachorro do Paquistão? Leia hoje, 31/01, este artigo do Folha GO e saiba mais sobre a raça Bully Kutta.

Raça é super poderosa e foi criada para participar de rinhas entre cães
Raça é super poderosa e surgiu para participar de rinhas entre cães | Imagem: Pets4homes

-- Continuar depois da publicidade --

Leia também: Dogo Argentino: conheça o cão que é resultado de 25 anos de cruzamento

Raça Bully Kutta surgiu na Índia, mas é considerada paquistanesa

Apesar de ser considerado paquistanês, o cão da raça Bully Kutta surgiu originalmente na Índia. Contudo, hoje em dia a maior parte dos exemplares vive no Paquistão.

Uma das teorias sobre a origem da raça é que ela foi criada na Índia durante o período da ocupação britânica. Acredita-se que os ingleses teriam levado cachorros Pointer e Mastin para cruzar com cães locais e desenvolver uma nova raça: a Bully Kutta.

Outra história que pode ser verdade é que a raça evoluiu a partir dos cachorros Mastins que viviam na região de Sindh e Punjab, no Paquistão e no Norte da Índia, desde o século 5 a.C. Alguns registros mostram que haviam mastins na área mesmo antes da chegada dos britânicos. No final das contas, a raça é considerada paquistanesa, já que os animais se desenvolveram em maior número no país.

Características físicas

Os cachorros Bully Kutta são de grande porte. Eles possuem quase o mesmo tamanho que um Dogue Alemão, mas são ainda mais musculosos. O peso pode chegar a 90 kg, enquanto a altura é de até 1,10 metros de altura.

Eles são fortes, rápidos, ágeis, resistentes, atentos e muito poderosos. Por isso, cães da raça precisam de exercícios físicos diariamente. Ademais, esse pet não deve viver em apartamentos, pois precisam de bastante espaço.

-- Continuar depois da publicidade --

Sua pelagem é predominantemente na cor branca. Entretanto, há algumas unidades que possuem tons de marrom, preto, rajado e até bicolores.

Variações

Há algumas variações da raça. Isso acontece porque, graças às rotas marítimas comerciais e a valorização de raças exóticas, muitas pessoas começaram a fazer o cruzamento de Bully Kutta com outros tipos de cães, como mastim inglês e dogue alemão, por exemplo.

Só para se ter uma ideia, as mais comuns se chamam Bully Kutta antigo, Bully Kutta Nagi, Bully Kutta Aseel, Bully Kutta tipo mastim e Bully Kutta moderno.

Sua pelagem é predominantemente branca, mas pode ter tons de marrom, preto e rajado
Sua pelagem é predominantemente branca, mas pode ter tons de marrom, preto e rajado | Imagem: Wikimedia

Temperamento do Bully Kutta

O Bully Kutta surgiu para participar de rinha de cães. Devido a sua origem, os cães são, em sua maioria, brutais, agressivos e territorialistas. Eles são uma das raças mais perigosas, agressivas e até mortais, do mundo.

Contudo, se eles tiverem um bom treinamento desde filhotes, eles podem se tornam um bom animal de estimação. Afinal, esse tipo de pet pode ser um excelente cão de guarda e proteção.

Vale salientar, no entanto, que eles não se dão bem com outros animais. Dessa forma, é melhor evitar a partilha da casa com outros bichos.

Continue lendo: Raça de cachorro grande: conheça as variações do Pastor Belga

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...