Controle financeiro dos gastos com o pet: aprenda cuidar economizando

Tutor deve ponderar o que é gasto supérfluo e gasto necessário

Ter um animal de estimação é ter em mente que diversas responsabilidades existirão. Sendo assim, o Caderno Pets do Folha Go te dá nesta terça-feira (02/12), algumas dicas sobre controle financeiro dos gastos com o pet.

Leia também: Como educar um cachorro? Aprenda dicas para não errar com seu pet

Controle financeiro dos gastos com o pet: aprenda cuidar economizando
Controle financeiro dos gastos com o pet: aprenda cuidar economizando – Imagem: Divulgação Super Abril

Embora é certo que ter um pet proporciona diversos benefícios, o bichinho precisa de cuidados específicos com saúde, alimentação e bem estar. Tudo isso gera algum gasto e, caso não seja bem administrado, esse custo poderá resultar em problemas, como dívidas.

Sendo assim, confira agora mesmo algumas dicas que poderão te ajudar a cuidar do seu pet economizando.

Como administrar os gastos com o pet

De acordo com uma pesquisa feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), há mais animais de estimação (cachorro) nas casas brasileiras do que crianças.

Esse resultado demonstra o quanto os pets fazem parte da nossa família. Desse modo, os bons tutores sempre querem o melhor para o seu bichinho.

No entanto, os gastos com o pet precisam ser administrados, uma vez que existe todo um mercado com produtos destinados aos animais de estimação que podem ser considerados supérfluos e outros serviços indispensáveis.

Desse modo, confira algumas dicas sobre como cuidar do seu pet sem estourar o limite do cartão de crédito.

Planeje o seu orçamento

Segundo um outro estudo feito pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), 60% dos tutores de animais de estimação não se organizam financeiramente para a adoção.

Além disso, 20% gastam mais do que deveriam quando se trata de produtos para o pet. Esse comportamento pode gerar dívidas e acabar se tornando um baita problema.

Portanto, organize o seu orçamento para oferecer o que o pet precisa, mas sem se endividar.

Veja ainda: Conheça Bengal: o gato mais inteligente do mundo

Escreva os itens indispensáveis para o pet

Dependendo do animal e do porte, os gastos podem variar. Contudo, é importante que você pese o que é importante para o seu pet.

gastos com pets
pesquisar um bom petshop que ofereça o serviço de higiene completo pode ser super interessante | Fonte: Rev. Negócios

Alguns produtos são desnecessários, pois para o animal, não faz a menor diferença. Já alguns pontos não podem ser negligenciados, tais como:

  • Alimentação – planeje se você irá comprar ração do pet mensalmente ou por semana, qual o tipo ideal de ração para o seu animal;
  • Veterinário – a saúde do seu pet jamais deve ser negligenciada, mesmo que aparentemente o animal não pareça estar doente, o acompanhamento frequente com o médico veterinário é de suma importância, lembre-se das vacinações, da vermifugação, etc;
  • Bem-estar e higiene – aqui podemos destacar banho, tosa e conforto do animal. Se você não tem tempo de cuidar do seu pet, pesquisar um bom petshop que ofereça o serviço de higiene completo pode ser super interessante.

Faça você mesmo

Controle financeiro dos gastos com o pet: aprenda cuidar economizando
Controle financeiro dos gastos com o pet: aprenda cuidar economizando – Imagem: Divulgação Freepik

Animais de estimação adoram brincar, mas para economizar, você pode fazer os brinquedos para esse momento de diversão.

Além disso, pode até materiais que você tenha em casa, a ideia é ser bem manual mesmo. Certamente eles vão adorar.

Dito isso, controla os gastos com o pet é a melhor maneira de oferecer tudo que ele precisa e merece, sem que ultrapasse o seu orçamento e você tenha problemas.

Confira: Como fazer um terrário para jabuti? Aprenda agora

Por fim, gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe: FacebookInstagramTwitter e Pinterest.

Comments
Loading...