Maus-tratos contra animais aumenta em Minas Gerais

Minas Gerais apresenta aumento de casos de maus-tratos contra animais e período de pandemia da Covid-19 agrava o problema

O início da vacinação contra a Covid-19 toma conta da expectativa dos brasileiros, e em Minas Gerais não é diferente. No entanto, os mineiros terão outro obstáculo relacionado à pandemia: aumento no registro de maus-tratos no estado. Hoje, 12/01, o Folha Go mostra dados desse crime contra os pets.

Leia ainda: Grupo de orcas com filhotes resgatado no sul de Ilhabela

Maus-tratos contra animais aumenta em Minas Gerais
Alerta sobre maus-tratos e abandono de animais  se tornou maior durante a pandemia. (Crédito Portal Morada)

Leia a matéria até o fim e descubra mais sobre esse crime contra os animais. Além disso, denuncie em caso de qualquer ameaça de maus-tratos que possa presenciar. O número 181 recebe essas denúncias.

Números dos maus-tratos em Minas Gerais

As ONG’s especializadas na proteção animal registraram que os maus-tratos aumentaram 21,6% em Minas Gerais entre 2019 e 2020. Dessa maneira, só em 2020 foram 2246 ocorrências de crimes contra animais. Ademais, em 2019 foram 2019 ações criminosas contra animais. Além disso, as denúncias também subiram. Houve uma diferença de quase 1000 casos entre um ano e outro.

Crime doloroso

Um último caso chamou atenção pela crueldade e falta de humanidade nos autores, ainda não identificados. Logo, dois cachorros foram queimados com piche e abandonados na Região Nordeste da capital mineira.

Entretanto, os pets tiveram sorte e se salvaram após a ação de moradores, que ouviram os gritos de agonia dos filhotes. A sociedade mineira protetora dos animais (SMPA) resgatou e levou os filhotes para uma clínica particular. A Polícia investiga o caso.

Leia ainda: Animais exóticos da Austrália, perigos e encantos da Oceania

Ademais, eles já tiveram alta e se recuperam bem. Agora, estão em um lar temporário e seguem o tratamento. Para os cuidadores, a pandemia agravou o cenário por conta do stress e da dificuldade financeira. Contudo, os animais não podem sofrer crimes por conta das frustrações humanas.

Maus-tratos contra animais aumenta em Minas Gerais
Período exige atenção para observar os crimes cometidos contra animais. (Imagem: G1)

A Lei Federal, sancionada em setembro de 2020, e que endureceu as punições contra os criminosos ainda não conteve os agressores. Portanto, para especialistas, é necessária uma educação desde cedo e campanhas de conscientização em escolas e a partir de órgãos públicos

Campanha de conscientização

Um exemplo de campanha é o Dezembro Verde, realizado no último mês do ano. Dessa forma, as autoridades e defensores dos animais ganham mais visibilidade na causa.

O veterinário Marcelo Duarte destaca a importância da campanha. “Assim, com essa campanha, abrimos os olhos da sociedade para os crimes que ocorrem contra os animais. Sejam domésticos ou da fauna em geral, como humanos, precisamos tratar bem os animais, ter respeito e consciência de que eles são seres magníficos e que precisam de carinho e cuidados, pois nos devolvem amor e alegria para o dia a dia”, disse.

Por outro lado, a campanha precisa de mais apoio. Pois, as situações complicadas têm se agravado e a sociedade ainda não acordou para o problema contra os animais.

Leia ainda:  Furão de estimação tem curiosidades incríveis para quem pretende criar pet

Gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais

Comments
Loading...