Anúncio

Dragon Ball Z: 5 diferenças chocantes entre o anime e o mangá!

De personagens que não existem no mangá até mortes feitas apenas para o desenho, descubra as principais diferenças em Dragon Ball Z!

Anúncio


Hoje, quinta-feira, 18 de novembro de 2021 na sessão Robson Lemes do site Folhago você traz as principais informações dos animes mais animados do mundo, confira.

Continua depois da publicidade

Como todo fã de Dragon Ball Z deve saber, a franquia Dragon Ball se originou nas páginas da Shonen Jump, criada pelo famosíssimo Akira Toriyama. O mangá foi publicado durante mais de 10 anos, tendo vendido mais de 240 milhões de cópias pelo mundo. Dessa forma, com apenas 2 anos do mangá, seu criador passou, a produzir a animação Dragon Ball, transmitida até 1989.

Entretanto, ainda restavam muitas histórias a serem contadas, tendo em vista que a animação terminou adaptando menos da metade do mangá. Assim, surgia Dragon Ball Z! Pensado como a parte final da aventura de Goku, esse anime é ainda mais cultuado que o seu antessessor, começando com a surpresa do Goku adulto e terminando a temida saga Majin Boo.

Continua depois da publicidade

Dessa forma, descobriremos quais as 5 diferenças mais impressionantes entre o mangá e sua adaptação para a TV!

Continua depois da publicidade

Viu essa: Dragon Ball é o melhor anime do mundo? Deixe sua opinião nos comentários.

1. Personagens exclusivos.

Alguns personagens de Dragon Ball Z são, na verdade, exclusivos da adaptação. Gregory, o grilo que ama perseguir Goku, e Garlic Jr, o vilão baixinho, são criações exclusivas da animação.

O grilo irritante é, na verdade, a forma do autor tornar o anime ainda mais engraçado que a obra original.

2. Trunks não consegue virar super saiyajin!

Dragon Ball Z: 5 diferenças chocantes entre o anime e o mangá!
Dragon Ball Z: 5 diferenças chocantes entre o anime e o mangá!

Lembra quando o Trunks fica muito revoltado com a morte do Gohan e finalmente vira Super Saiyajin? No mangá, é o oposto! Na obra, o guerreiro já sabia como se transformar, mas ao presenciar a morte do seu mestre e amigo, fica traumatizado e perde momentaneamente essa habilidade.

Em jogos e outras obras, Trunks até mesmo é morto por Cell!

3. Mais violência e nudez.

Por ser uma mídia mais permissiva, o mangá de Dragon Ball Z é muito mais explícito em cenas de luta e até de nudez. Na saga dos Andróides, por exemplo, é cabeça rolando, pescoços quebrados e muitos inocentes mortos. Além disso, nas partes mais engraçadas envolvendo momentos de picantes, Toriyama optou por retirar da obra cenas mais adultas.

4. Fillers, fillers e mais fillers em Dragon Ball Z.

Embora não contribuam muito para o andamento da história, todo anime tem um bons fillers. Assim, esses episódios isolados são responsáveis por expandir o universo e contar histórias únicas. No caso de Dragon Ball Z, muitos fillers foram incluídos no anime, como o episódio da Princesa Serpente.

5. Goku morre em Dragon Ball Z! Ou não…

Dragon Ball Z: 5 diferenças chocantes entre o anime e o mangá!
Dragon Ball Z: 5 diferenças chocantes entre o anime e o mangá!

Veja essa aqui Também: Naruto é o ninja mais forte de todos os tempos? Responda nos comentários!

Freeza, o imperador do universo, finalmente consegue matar Goku! Na verdade, não é bem assim no mangá. Lá, Goku apenas é derrotado rapidamente, mas logo volta à batalha.

Curtiu nosso texto? Comente qual diferença foi mais chocante para você.

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies