Sou Redator e Designer Gráfico há 10 anos, tenho 27 anos e atualmente vou cursar faculdade de Jornalismo pela Unisuam....

Mass Effect: Ex-roteirista não quer série do Game

Para ele, fazer a série pode estragar a experiência social dos jogos!

playdevideoyoutube

0

Hoje, quarta-feira, 1 de dezembro de 2021 na sessão Robson Lemes do site Folhago você confere as principais manchetes do dia. Lembrando que aqui, sempre trazemos informações dos cinemas e muito mais.

Recentemente, foi anunciado que a Amazon Studios está negociando para produzir uma série de Mass Effect, o que já dividiu a opinião dos jogadores. E parece que até David Gaider, ex-roteirista dos jogos da franquia, não é muito fã da ideia. Em postagens no Twitter, o desenvolvedor expressou preocupação em como a produção abordaria as características dos games.

-- Continuar depois da publicidade --

Mass Effect: Ex-roteirista não quer série do Game / Reprodução: Google Imagens
Mass Effect: Ex-roteirista não quer série do Game / Reprodução: Google Imagens

O problema da série:

Veja: Simaria dança challenge com shortinho curto e volume chama a atenção

O maior problema, segundo Gaider, é a série ser uma “mídia passiva”, então teria que estabelecer um protagonista e uma única narrativa. Essa ideia já entraria em conflito a maneira que as coisas acontecem nos jogos: por lá, você cria seu personagem e molda sua própria história.

“A série terá que escolher se o protagonista será masculino ou feminino. E, pronto, logo de cara você vai desagradar uma parte dos fãs. […] Os protagonistas são criados como um quadro branco, que é preenchido pelas decisões do jogador. Mas o protagonista terá sua própria personalidade… e sua própria história na série. Isso é esquisito.”

Gaider ainda reforça a ideia com os personagens secundários da franquia, que traçam diferentes arcos narrativos — e podem gerar até romances — com base nas ações dos jogadores.

-- Continuar depois da publicidade --

Continuou o ex-roteirista:

“Os fãs são muito apegados a eles. Agora considere que não há como mostrar todos. Imagine quantos ficariam decepcionados com seus companions sendo deixados de fora. […] Porque, para manter a coerência, a série terá que mostrar apenas alguns personagens e manter um romance”

Completou.

Por fim, o roteirista explica que apoia a série ter uma história original, sem depender dos jogos, para ter sucesso. Portanto, que, ainda assim, se preocupa de acabar como uma “série de fantasia e ficção científica genérica”.

Sobre Mass Effect:

Desenvolvido pela BioWare, a franquia Mass Effect teve seu primeiro título lançado em 2007. Na trama, o comandante Shepard é um soldado de elite enviado em missões para explorar a galáxia e salvar todas as raças de uma extinção em massa.

De família: Leonardo mostra para Virgínia que espírito de ‘fifí’ de Zé Felipe vem de família

Desde então, a série ganhou sequências e títulos derivados, entre 2010 e 2017. O lançamento mais recente é Mass Effect Andromeda. O sucesso também fez a história de Mass Effect ganhar adaptações em livros e quadrinhos.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...