Looks like you have blocked notifications!

Google usará informações de Wikipédia para confirmar pesquisas

Na batalha contra a desinformação e as fake news, o Google implementará uma parceria com a Wikipédia

-- Continuar depois da publicidade --

Em tempos recentes, a desinformação e as fake news têm se tornado parte do nosso dia a dia. Principalmente com o advento das redes sociais e da possibilidade de criar sites e conteúdo a qualquer momento, por vezes, torna-se bastante útil e, em certas ocasiões, chegamos até informações não confiáveis. Por isso, o Google está criando essa nova parceria.

Todo mundo sabe que a o Google é o buscador mais utilizado no mundo, e uma das formas mais acessíveis e conhecidas de se obter informações completas sobre um assunto é a Wikipédia.

-- Continuar depois da publicidade --

Embora seja uma plataforma que é escrita por diversos usuários no mundo, são dados comprovados por muitas pessoas e sujeitos a edições caso tenham alguma divergência com a realidade.

Entenda mais: Google Pixel 5: novo smartphone da Google traz características interessantes como Snapdraigon 775G e outros 

Aliança do Google e Wikipédia

Em uma tentativa de ajudar os usuários a tomarem decisões informadas e obter informações sempre que utilizarem o buscador, o Google mostrará agora ao lado da maioria dos resultados um ícone de menu, que as pessoas podem tocar para saber mais sobre o resultado ou recurso e de onde a informação está vindo.

Quando disponível, as pessoas verão uma descrição do site da Wikipédia, que fornece informações gratuitas e confiáveis sobre dezenas de milhões de sites na web.

“Se é um site do qual você nunca ouviu falar antes, essas informações adicionais podem lhe dar contexto ou paz de espírito, especialmente se você estiver procurando algo importante, como informações de saúde ou financeiras”, disse JK Kearns, Gerente de Produto do buscador de Google, em uma declaração na segunda-feira (1 de fevereiro).

-- Continuar depois da publicidade --

O Google lançou este recurso em inglês nos EUA que, por enquanto, está disponível para computadores de mesa (desktop), na web móvel e o Google App no Android.

Google (Foto: Reprodução Getty Images)
Google (Foto: Reprodução Getty Images)

Leia mais: Novidades da Google: empresa lançará primeiro celular dobrável 

Com essas informações, espera-se que o conhecimento seja facilitado e o que é visto no Google possa ser encontrado com informações muito mais úteis e mais bem fundamentadas, reduzindo a desinformação e as fake news que se espalham rapidamente entre os usuários.

Se um site não tiver uma descrição da Wikipédia, o Google lhe mostrará um contexto adicional que pode estar disponível, como quando o Google indexou o site pela primeira vez.

“Você também poderá ver rapidamente se sua conexão com o site é segura com base no uso do protocolo HTTPS, que codifica todos os dados entre o site e o navegador que você está usando, para ajudá-lo a permanecer seguro enquanto navega na web“, disse o Google.

Sem dúvida, trata-se de uma excelente ferramenta para que as informações cheguem de melhor forma possível para os usuários, com mais detalhes que as tornem fidedignas e verosímeis, além de contribuir com o combate à desinformação. Uma união de dois aliados que já foram grande concorrência e que agora se encontram do mesmo lado para combater as notícias falsas.

Saiba mais: Honor se torna uma marca independente e planeja que os serviços da Google estejam em seus dispositivos 

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...