Como cultivar e cuidar de margaridas para que elas cresçam saudáveis

Elas podem ser outras cores além da clássica cor branca

-- Continuar depois da publicidade --

Hoje (24/03) você irá aprender como cultivar e cuidar de margaridas aqui no Folha Go. Aliás, elas são oriundas do hemisfério norte do planeta, nascidas sobretudo na Europa. Desse modo, ela se adapta melhor a climas temperados e subtropicais. Ou seja, ela gosta de climas mais amenos.

Saiba como cultivar margaridas

-- Continuar depois da publicidade --

Curiosamente, as pétalas das margaridas se fecham na parte da noite, para então só se abrirem novamente ao nascer do sol. Além disso, vale a pena destacar que estima-se a existência de mais de 20 mil espécies de margarida.

Leia mais: Como fazer arranjo de flores: aprenda como deixar sua casa aconchegante e alegre

Substrato e adubação da margarida

Inegavelmente, o solo que irá abrigar as margaridas precisam ser drenável, ou seja, a terra onde a flor ficará precisa ter facilidade em absorver água. Afinal, ela não gosta muito de terra úmida. Deve também ser alcalino e fresco. Desse modo, caso vá plantá-las em vasos prefira vasos com furos na base para permitir um escoamento mais fácil da água.

margaridas cultivo
Como cultivar e cuidar de margaridas para que elas cresçam saudáveis. Fonte da imagem: Pixabay

Assim sendo, o solo necessita ser composto por um substrato que contenha uma mistura muito abundante em compostos orgânicos e húmus de minhoca. Desse modo, você garantirá que ela tenha todos os nutrientes que precisa para crescer de maneira saudável.

Ademais, o substrato precisa conter também um fortificante a base de fósforo. Não só isso, mas também necessita de uma adubação a base de fósforo. Não obstante, a adubação deve ser feita no inverno.

Local que a margarida deve permanecer e rega ideal

-- Continuar depois da publicidade --

margaridas cuidados
Como cultivar e cuidar de margaridas para que elas cresçam saudáveis. Fonte da imagem: Pixabay

Invariavelmente, a margarida é uma flor que aprecia as temperaturas mais quentes, uma vez que ela costuma adormecer para poder florescer na primavera, quando as temperaturas são mais amenas. Outro ponto crucial é que ela necessita ficar à meia sombra.

Isso porque, a despeito de gostar de temperaturas um pouco mais elevadas, ela não curte a exposição direta ao sol por períodos muito extensos. Desse modo, recomenda-se que ela receba luz do sol em alguns momentos do dia, porém jamais nas horas mais quentes.

A fim de que as margaridas permaneçam sempre saudáveis, é necessário regá-las nem que seja uma vez ao dia. Entretanto, deve-se tomar cuidado para que o solo não encharque. Afinal, o excesso de água pode provocar o surgimento de fundos.

Por fim, no que tange à poda, ela deve ser regular, ou seja, sempre que se notar que há flores que estão secas. Ademais, recomenda-se também a pode quando o caule estiver mais ou menos com 4o centímetros.

Cuidados especiais com as margaridas

Curiosamente, para que a margarida esteja sempre com uma boa aparência, indica-se replantá-la todo ano.

Outro ponto importante é que essa flor pode causar dermatite em pessoas alérgicas, além de ser contra-indicada no decorrer da gravidez e pode causar úlceras em crianças e gastrite também.

Veja também: Flor de Natal: 04 passos para cultivar na sua casa; aprenda agora

Adubo orgânico

Janaína entrevistou a herborista Sabrina Jeha falando sobre os cuidados com as plantas e também sobre o adubo orgânico.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...