Bitcoin hoje: entenda como funciona e onde investir na hora certa

Existe uma grande possibilidade de você já ter visto em algum lugar sobre o Bitcoin, sendo geralmente acompanhados das palavras criptoativo, rede blockchain, mineração e o Elon Musk, CEO da empresa, Tesla. Em seguida, vamos te ajudar a entender todos esses termos.

Bitcoin hoje / Reprodução: Pixabay
0

Hoje, sexta-feira (29),  de outubro de 2021, a Folha GO irá trazer informações sobre o que é o Bitcoin e qual é a ligação do Elon Musk, CEO da Tesla com esse criptoativo, além de falar um pouco sobre como investir na moeda.

O que é Bitcoin?

Desenvolvido em 2009, por um ou mais programadores, sendo o principal programador o Satoshi Nakamoto, o Bitcoin veio com o propósito de facilitar as negociações na internet.

Nenhum país, governo ou Banco Central detem o controle do Bitcoin, pois a moeda não existe de forma física.

Veja também: Bitcoin vs Bitcoin Cash: Compare antes de investir em moedas digitais; entenda

É deste modo que elas acontecem: diretamente entre às duas partes envolvidas, sem envolvimento de terceiros, como bancos, por exemplo.

Sendo ele é representado por um código complexo que nenhuma pessoa consegue modificar.

Bitcoin hoje: entenda como funciona e onde investir na hora certa / Reprodução: unsplash
Bitcoin hoje: entenda como funciona e onde investir na hora certa / Reprodução: unsplash

O Sistema de Segurança do Bitcoin

Na Blockchain, todas as transações já efetivadas mantêm-se armazenadas, e as futuras operações são controladas, protegendo o sistema de fraudes.

O registro dessas operações são realizados por pessoas que utilizam computadores específicos, para aferir se está tudo certo com às duas partes da negociação.

Vamos então analisar uma transação como se ela fosse um metal precioso:

Você pode gostar: Elon Musk: saiba porque o bilionário apoia a Dogecoin!

Ele está seguro por uma equação matemática gigantesca: apenas o primeiro que conseguir, através de incontáveis cálculos, solucionar essa equação, é premiado com Bitcoins. Chamado mineração.

O Bitcoin tem partes limitadas: existem até 21 milhões de moedas, lançadas progressivamente. Sendo assim, nem todos tem acesso a essa recompensa.

A mineração de Bitcoins parece estimulante, mas demanda um grande investimento, tendo em vista que os computadores especializados e essenciais para a mineração são de valores altos.

Elon Musk e o Bitcoin

Atualmente, consegue-se utilizar Bitcoins para realizar diversas coisas como, pagar contas na internet.

Também podendo trocar por moedas tradicionais e habituais em casa de câmbio especificas ou até mesmo bancar alguns trabalhos manuais, ou não.

De estúdios de tatuagem a empreendimentos imobiliários, o número de estabelecimentos que aceitam o Bitcoin como meio de pagamento vem crescendo lentamente.

Entretanto, um simples, anúncio do empresário Elon Musk no Twitter, onde dizia “Agora você consegue comprar um tesla com bitcoin”, essas palavras publicadas pelo CEO da empresa de automóveis a Tesla Motors, foram responsáveis por causar uma expansão no mercado.

Como Investir?

Além de fazer mineração ou comprar Bitcoin em um estabelecimento específico e especializado, você pode investir por ETFs.

Para diferenciar a carteira, alguns fundos escolhem mais de uma criptomoeda. As mais famosas são Ethereum, Tether, Litecoin, Bitcoin Cash e Bitcoin SV.

Saiba mais: Bitcoins: o motivo que faz com que sejam tão caras no Brasil

Acentuando que os investimentos em criptomoedas são de média a alta volatilidade, é mais interessante e ideal para investidores que tenha uma maior aceitação ao risco.

Em conclusão, agora que você sabe o básico sobre investimentos em nessa criptomoeda e sobre a sua influência no mercado, você está mais preparado para começar a pensar em investir.

A Folha GO dará continuidade a matérias que te ajudem a entender ainda mais o processo, então fique de olho no nosso site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.