CBDCs: O que acontecerá com o mercado após essas moedas?

CBDCs são moedas digitais de bancos centrais.
0

Antes de mais nada, quem diria que o Bitcoin, algo que foi considerado por muitos como um delírio coletivo, ditaria muitas regras dentro do mercado financeiro como um todo? E é o que vem acontecendo.

O Bitcoin basicamente vetorizou um processo de mudança do dinheiro. Muitos especialistas em dinheiro acreditam que é uma questão de pouquíssimo tempo até que os ativos digitais tomem lugar das moedas fiduciárias.

Mas, claro que não por inteiro. Só que enquanto isso não ocorre, as melhores notícias a informações do mercado de criptomoedas se encontra aqui na Folha Go. E será depois disso acontecer também!

CBDCs são moedas digitais de bancos centrais.

CBDCs oferecem riscos para o mercado de criptoativos?

De antemão já é possível responder essa questão, e com facilidade: Não! Essas moedas não irão substituir nenhum tipo de ativo, principalmente o BTC. E tudo isso se deve ao fato de que essas moedas são centralizadas e dependem da “Canetada” do político que estiver gerindo a economia de um país.

Então, essas moedas nada mais serão do que uma adaptação das moedas fiduciárias para a nova era monetária: a digitalização do dinheiro. Ao longo da história o dinheiro já passou por diversos formatos e até mesmo modelos de uso.

Por exemplo: O dinheiro foi representado entre conchas a moedas de metais de alto valor por diferentes sociedades em diferentes momentos da história. Mas, o que se nota é que um modelo de dinheiro novo sempre se sobressai sobre um modelo monetário antigo.

E a tendência é que o novo modelo adotado globalmente seja o de moedas virtuais, juntamente as transações financeiras de alta velocidade, como já ocorre dentro do P2P ou com a tecnologia PIX.

Enfim, não é difícil concluir que essas moedas não terão a volatilidade ou o potencial de crescimento que os criptoativos têm. Entretanto, isso sinaliza uma integração do que seria um método tradicional com a inovação tecnológica.

Apesar de não ser algo bem visto por investidores de criptomoedas, isso não significa o fim do mundo. Tampouco representa o fim dos criptoativos. Mas talvez signifique uma congruência entre os métodos antigos de pagamento e de uso do dinheiro com o futuro das finanças.

Ademais, não há nada em que os CBDCs possam atrapalhar no bolso dos investidores. Já os governos… É com esses que os traders devem se preocupar no curto, médio e longo prazo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.