“Rainha das criptomoedas” conheça a sua mansão de R$ 100 milhões

Reprodução/Redes Sociais Facebook
0 115

- Advertisement -

Hoje dia (26) de novembro, vamos conhece a mansão da “rainha das criptomoedas”. Então vem conferir oque o FolhaGO separou nesta sexta-feira.

A mansão pertence à criminosa Ruja Ignatova, conhecida como a “rainha das criptomoedas”. Os detalhes sobre a compra da mansão da criminosa foram revelados em uma investigação sobre lavagem de dinheiro. A investigação ocorreu na Alemanha, mas a mansão foi comprada em Londres, na Inglaterra. Ignatova está desaparecida no momento, mas usava os serviços de advogados do Reino Unido em seu processo.

"rainha das criptomoedas" conheça a sua mansão de R$ 100 milhões
Reprodução/Redes Sociais

- Advertisement -

Um ex-porteiro do condomínio em que a mansão de luxo fica afirma que a mulher tinha o costume de esbanjar compras. “Os pobres homens vinham atrás dela como burros de carga, com dificuldade e um tanto ofegantes — eles deviam carregar 20 sacolas cada um”, conta o ex-funcionário.

Por dentro da mansão

Segundo relatos das pessoas que entraram na casa, ela tem 4 quartos e uma piscina. Além disso, Ruja tinha obras de arte em sua mansão. Ela tinha dois quadros do Andy Warhol, famoso artista americano. Um deles ficava “jogado no armário”, segundo os relatos. O outro original de Warhol, o Lenin Vermelho, ficava em cima da lareira.

Bitcoin: Foxbit E Os Pagamentos No Brasil

Além das obras de arte de Warhol, ela também possuía uma cópia do quadro Queen Bubblegum, de Michael Moebius. A revista Private Eye estimou que a “rainha das moedas” tinha cerca de 500 mil libras (R$ 3,75 milhões) em obras de arte dentro de sua casa.

- Advertisement -

Sobre a rainha das criptomoedas

Famosa pelo nome de “rainha das criptomoedas”,  Ruja Ignatova enganou milhões de pessoas, por meio de um golpe, e sumiu. A golpista criou uma moeda chamada “Onecoin”, que deveria ser a maior rival do Bitcoin, segundo a própria Ignatova.

Além disso, ela conseguiu convencer milhões de pessoas a apostar em sua moeda. Somente após milhões de investidores, foi descoberto que a “Onecoin”, moeda de Ruja, não tinha uma rede blockchain, principal fator das moedas digitais.  

"rainha das criptomoedas" conheça a sua mansão de R$ 100 milhões
Reprodução/Redes Sociais

Os investidores eram atraídos por propostas de lucros enormes, de estar apostando no bitcoin no início e etc. Além disso, havia um grande foco no currículo de Ruja. Isso porque ela tinha se graduado na Universidade de Oxford e trabalhado em várias empresas famosas.

No entanto, tinha toda uma estrutura para que o golpe desse certo. Somente após muito tempo que os investidores começaram a reclamar seus ganhos. Após isso, a Ruja desapareceu. Ela não foi a uma conferência em Sófia, na Bulgária.

E ninguém em seu escritório sabia do seu paradeiro. Dessa forma, os últimos rastros da “rainha das criptomoedas” levam a Atenas, na Grécia. Mas, a partir de então, ela não foi vista. Ruja Ignatova sumiu do radar após aplicar um golpe bilionário. 

Bitcoin: Foxbit E Os Pagamentos No Brasil

- Advertisement -

Comentários
Loading...