Bitcoin a criptomoeda que salvou jornal de oposição na Venezuela, ainda causa polêmica

Bitcoin, a moeda que já influencia todo o mundo, mais ainda causa discussões.

Bitcoin a criptomoeda que salvou jornal de oposição na Venezuela, ainda causa polêmica / Reprodução: Pixabay
0 99

- Advertisement -

Hoje (24) chega uma notícia que ainda causa polêmicas sobre Bitcoins, o diretor geral do jornal Caracas Chronicles revela detalhes sobre a adoção de bitcoins na Venezuela e os grandes riscos de se fazer jornalismo no governo de Nicolás Maduro.

O Caracas Chronicles, um jornal independente da Venezuela, encontrou nas Criptomoedas e na crescente ascensão dos NFTs() uma forma de continuar fazendo jornalismo no país latino-americano onde as principais fontes de informação estão sob o firme controle do governo ditatorial de Nicolás Maduro.

Viu essa: Bitcoin pode chegar a 100 mil dólares? Confira a cotação de hoje

- Advertisement -

Online desde 2002, o portal começou como um blog pessoal do jornalista Francisco “Quico” Toro, cresceu à medida que a situação político-econômica da Venezuela, assolada pela inflação, piorou.

Por ser escrito em inglês, o Caracas Chronicles ganhou atenção do público internacional por mostrar a Venezuela para o resto do mundo. 

Bitcoin, sustentando o jornal desde antes de 2018

Bitcoin a criptomoeda que salvou jornal de oposição na Venezuela, ainda causa polêmica / Reprodução: Pixabay
Bitcoin a criptomoeda que salvou jornal de oposição na Venezuela, ainda causa polêmica / Reprodução: Pixabay

Antes de explorar o mundo dos NFTs, o Caracas Chronicles já recorria às criptomoedas para se sustentar. Parte do financiamento do jornal vem de doações de leitores que desde 2018 podem contribuir doando criptomoedas. Atualmente, o portal aceita  varios ativos diferentes sendo o mais importante o Bitcoin 

“Lá no início as criptomoedas não representavam muito. A gente recebia uma doação de bitcoin e ficávamos ‘ah okay, temos US$ 200 aqui’, mas passava um tempo essas moedas passavam a valer US$ 5 mil, o que é engraçado”, explica Stolk. 

- Advertisement -

Confira essa: Quer ficar milionário com Bitcoin? Criptomoeda continua em alta

Confira o que á de novo em  Bitcoin

Embora as doações sejam uma parte importante do financiamento do site, a principal fonte de recursos  do Caracas Chronicles é o “Relatório de Risco Político”.

Uma publicação semanal exclusiva para assinantes que analisa em profundidade o cenário político-econômico do país.

Já as doações de criptomoedas geralmente são mais comuns quando o portal faz alguma cobertura específica sobre o mercado, como artigos sobre os jogos blockchain que estão explodindo na Venezuela. 

Na verdade, o Caracas Chronicles cobre o mundo do Bitcoin desde 2016, quando as criptomoedas começaram a se popularizar no país. Hoje, a Venezuela é o sétimo país do mundo com a maior adoção de criptoativos, segundo a Chainalysis.

“Aqui todo mundo sabe o que são as criptomoedas, mas nós não temos lugares como a Praia do Bitcoin em El Salvador que você pode ir e comprar uma coca-cola com bitcoin. Aqui as criptomoedas são mais usadas por pessoas que precisam receber dinheiro de fora e que não possuem contas em dólar”, diz o jornalista. 

Ele conta que as criptomoedas também são uma forma de muitos venezuelanos sobreviver no país e ganhar salários mais justos, sem serem afetados pela hiperinflação do país. Inclusive, o próprio Caracas Chronicles já pagou seus jornalistas no passado com bitcoin

FONTE: Saori Honorato de Portal do bitcoin 23 out 2021

Notícias quentes: Suspeito de matar investidor de criptomoedas é preso! Veja o caso, que causou impacto

- Advertisement -

Comentários
Loading...