Conheça a história do Nubank e as lições por trás dela

A história do banco Nubank teve início no ano de 2013, assim que David Vélez, um empresário nascido na Colômbia e que residia em São Paulo.

A história do Nubank pode trazer algumas lições importantes para nossas finanças. Nesta data (26/10), veja o que o Guia do Ex-Negativado preparou para você e o que podemos aprender sobre esse contexto. Confira as informações, abaixo!

Conheça a história do Nubank e suas lições

A história do banco Nubank teve início no ano de 2013, assim que David Vélez, um empresário nascido na Colômbia e que residia em São Paulo, necessitou realizar a abertura de uma conta em um banco.

De acordo como empreendedor, essa experiência foi bastante traumática.

Ele se deparou com uma porta giratória, um ambiente para deixar seus pertences, filas de esperas e seguranças armados.

Foi aí, então, que ele notou um problema gigante nessa situação. Por ser um empreendedor, Vélez viu não apenas a possibilidade de solução de uma dificuldade existente, mas uma oportunidade imensa de criar uma marca símbolo de inovação.

Como tudo começou…

Juntou-se, portanto, a Cristina Junqueira e Edward Wible para realizar a fundação de uma das maiores startups brasileiras: a Nu.

E a partir, então, de uma equipe pequena e uma residência alugada em São Paulo, o banco trouxe a proposta de se tornar uma experiência bancária incrível para seus usuários.

Veja também: Quanto rende 500 mil reais no Nubank em um ano? Confira

Lições conquistadas pela Nubank

Nubank
Saiba mais detalhes sobre a conta digital (Foto: Victor de Freitas / blog Guia do Ex-Negativado)

É provável que você já tenha ouvido falar sobre o caso do cachorro que comeu o cartão de um dos clientes Nubank, e a história após isso, não é mesmo?

Se não sabe, a gente te conta: um dos funcionários enviou um novo cartão para o cliente, acompanhado de um brinquedo para o cachorro e uma cartinha escrita à mão!

Essa atitude do banco gerou um marketing gigante sobre a marca, possibilitando assim que todos conhecessem a empresa bancária e pudessem entender que, no Nubank, o atendimento ao cliente era diferenciado.

Dentre as principais lições do banco, está o fato de que o Nubank é um negócio disruptivo, que promove oportunidades, cria soluções e facilita o dia-a-dia dos consumidores.

Além disso, encabeçou a “revolução dos bancos digitais” no país. Fintechs que, por sua vez, oferecem conta gratuita e cartão de crédito sem anuidade.

Esse bancos levam consigo a fama de tornarem a relação com os clientes menos burocrática. Isso, claro, em comparação com os chamados “bancões” ou bancos tradicionais.

E você, tem conta no Nubank? Qual sua experiência por lá?! Conta pra gente!

Veja também: Simulação de rendimento Nubank: quanto rende R$ 100 por mês? Veja

Nova função do Nubank permite usuário fazer próprio limite no cartão de crédito

O Guia do Ex-Negativado não tem ligação com bancos ou qualquer outra instituição financeira do mercado. Nosso objetivo neste espaço é o de, unicamente, levar aos nossos leitores informações confiáveis no contexto da relação humana com o dinheiro e da cidadania. Em sendo assim, tópicos como finanças pessoais, oportunidades de mercado, direitos e deveres do consumidor estarão presentes permeando nosso conteúdo. Acreditamos que seja sim possível ajudar no processo de desenvolvimento da educação financeira, e, por conseguinte, na construção de um espírito crítico do cidadão. No entanto, vale também a ressalva, de que nada publicado neste Blog constitui em uma recomendação pessoal de investimento. Caberá, desse modo, a quem deseja investir, tomar suas próprias decisões em relação às estratégias financeiras a serem adotadas em sua vida pessoal e profissional. Dúvidas ou sugestões? Entre em contato conosco: E-mail: contato@guiadoexnegativado.com.br Telefone: (31) 3500-2894
Comentários
Loading...