Passo a passo para começar a investir em criptomoedas: saiba como fazer

Entenda hoje onde é possível comprar criptomoedas de forma simples

As criptomoedas estão em evidência no mercado de investimentos, se tornando uma importante ferramenta para quem quer optar por aplicar dinheiro em um mercado de renda variável. Mas, começar a investir em criptomoedas ainda deixa dúvidas entre usuários e, nesse sentido, o blog Guia do Ex-Negativado traz um passo a passo simplificado hoje (27/10).

As criptomoedas ganham espaço no mercado

Quando falamos em criptomoedas, a primeira palavra que vem à cabeça certamente é Bitcoin. Ela é, sem dúvidas, a moeda digital mais conhecida no mundo inteiro, por ter sido a pioneira, alavancando o mercando.

Isso acontece porque o Bitcoin foi a primeira moeda digital desenvolvida, ainda em 2008. Desde então, vem ganhando cada vez mais espaço entre os investidores.

começar a investir em criptomoedas
Passo a passo para começar a investir em criptomoedas (Foto: Canva Pro)

No entanto, não é a única moeda digital. Nem perto disso. Atualmente, existem mais de 12 mil tipos diferentes de criptomoedas na internet mundial, todas elas tentando seguir os passos da bitcoin, que já está consagrada e destacada como a mais influente do mercado.

As criptomoedas são moedas virtuais, nas quais não é possível fazer uma troca física, por exemplo. Elas existem unicamente na internet e só podem ser guardadas em carteiras digitais específicas, chamadas de Exchanges.

Seu funcionamento ocorre exclusivamente como pagamento na rede blockchain, que é responsável por armazenar todos os dados com segurança.

Quais são as melhores criptomoedas para investir hoje?

1 – Bitcoin (BTC)

2 – Ethereum (ETH)

3 – Polkadot (DOT)

4 – Cardano (ADA)

5 – Binance Coin (BNB)

6 – Uniswap (UNI)

7 – PancakeSwap (CAKE)

8 – Theta (THETA)

9 – Avalanche (AVAX)

10 – Compound (COMP)

Como começar a investir em criptomoedas? Veja o passo a passo

As criptomoedas se tornam cada vez mais atrativas sobretudo quando comparamos com aplicações tradicionais. Por exemplo, a poupança rende aproximadamente 4% ao ano, mas sofrendo com impactos do aumento da taxa IPCA. Ou seja, o rendimento nem sequer alcança o patamar projetado.

É possível investir em criptomoedas, em geral, através de corretoras de investimentos ou as chamadas Exchanges, que atuam exclusivamente com criptomoedas.

Explicaremos abaixo, como comprar criptomoedas na corretora Binance:

1 – Primeiramente, vá até o site ou o aplicativo da Binance e abra sua conta utilizando seus dados pessoais. Recomendamos essa corretora por oferecer de forma descomplicada um mercado atrativo para quem é iniciante;

2 – Após se cadastrar, será solicitada uma verificação de seus dados para aumentar a segurança de sua conta;

3 – Para comprar bitcoins ou outra criptomoeda, é fácil e rápido. Confira no topo da tela principal do aplicativo ou do site da Binance e procure pela opção “Compre Cripto”;

4 – Nessa opção, a plataforma perguntará qual será a forma de pagamento. É possível comprar criptomoedas por depósito bancário, Pix, cartão de crédito, saldo de caixa na Binance ou em uma transação P2P;

5 – Ao escolher sua forma de pagamento, é necessário então escolher também qual será a cripto a ser adquirida.

6 – Pronto. Após o pagamento, confira no menu “carteira” o seu novo saldo de criptomoedas na moeda digital escolhida no momento da compra.

A partir daí, é possível movimentar da forma como bem entender, seja trocando por outras moedas digitais, enviando para outra carteira ou até mesmo sacando para dinheiro físico real.

É importante ter cautela

Como qualquer investimento, as criptomoedas possuem seu risco. E muitas vezes, pode ser bastante arriscado. Portanto, o ideal é sempre ter cautela no momento de comprar criptos e saber exatamente o que está fazendo. Procure conhecimento e estude o mercado antes de fazer suas aplicações.

Parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito e pagar boleto com PicPay; veja o passo a passo

Em dias de crise financeira, desemprego em alta e inflação galopante, os boletos do mês acabam sendo o terror de uma grande parte dos brasileiros. E uma suposta solução imediata que muita gente encontra para amenizar o problema, é parcelar o boleto no cartão. Nesse sentido, o popular Picpay ganha destaque. No vídeo de hoje, portanto, você fica sabendo como pagar boleto com cartão de crédito utilizando a carteira digital. Confira:
O Guia do Ex-Negativado não tem ligação com bancos ou qualquer outra instituição financeira do mercado. Nosso objetivo neste espaço é o de, unicamente, levar aos nossos leitores informações confiáveis no contexto da relação humana com o dinheiro e da cidadania. Em sendo assim, tópicos como finanças pessoais, oportunidades de mercado, direitos e deveres do consumidor estarão presentes permeando nosso conteúdo. Acreditamos que seja sim possível ajudar no processo de desenvolvimento da educação financeira, e, por conseguinte, na construção de um espírito crítico do cidadão. No entanto, vale também a ressalva, de que nada publicado neste Blog constitui em uma recomendação pessoal de investimento. Caberá, desse modo, a quem deseja investir, tomar suas próprias decisões em relação às estratégias financeiras a serem adotadas em sua vida pessoal e profissional. Dúvidas ou sugestões? Entre em contato conosco: E-mail: contato@guiadoexnegativado.com.br Telefone: (31) 3500-2894
Comentários
Loading...